2.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Palmelense 2 Paio Pires 0

Não foi defendido o interesse dos clubes…


PALMELENSE VENDEU APENAS TRÊS BILHETES PARA ESTE JOGO E VAI TER DE PAGAR 180 EUROS À AF SETÚBAL


O Palmelense derrotou o Paio Pires por duas bolas a zero em jogo relativo à 8.ª jornada da segunda fase do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão realizado no Campo Cornélio Palma mas a vitória acabou por ter um sabor amargo para a equipa de Palmela que ficou definitivamente afastado da luta pela subida de divisão.

Ficou assim desfeito o sonho traçado no início da época mas fica a sensação do dever cumprido, da entrega e da qualidade dos jogadores que tudo fizeram para que o desfecho fosse outro. Mas,o futebol é mesmo assim, nem todos podem ganhar…

Antes de falarmos do jogo vamos abordar uma questão pertinente levantada pelo vice-presidente desportivo do Palmelense, António Pereira, que teceu duras críticas à AF Setúbal pelo facto do jogo se realizar à mesma hora dos jogos do Benfica e do Sporting que discutiam o título nacional.  

“Foram vendidos apenas três bilhetes e vamos ter de pagar 100 euros pela organização do jogo e mais 80 euros para a arbitragem. O Palmelense vai pagar com muito custo mas as pessoas que estão sentadas na AF Setúbal não souberam gerir a situação e não defenderam o interesse dos seus filiados”, referiu.

Sobre o jogo não há muito para dizer. O Palmelense foi superior e acabou por vencer com justiça um adversário que fez aquilo que foi possível.

A equipa de Palmela foi para o intervalo a ganhar por 1-0 com um golo marcado por Paulo Sousa na sequência de um lance de bola parada, aos 25 minutos.

O Paio Pires, que se apresentou com uma equipa muito jovem já a pensar no futuro,  não baixou os braços e continuou  à procura do golo que acabou por não surgir.

Na segunda parte tudo continuou mais ou menos na mesma; ou seja, com a equipa da casa a mandar no jogo e o segundo golo acabou por aparecer  de forma perfeitamente natural de novo na sequência de uma bola parada com Pedro Xavier a finalizar perto dos 80 minutos.

Na próxima jornada o Palmelense volta a jogar em casa desta vez com o FC Setúbal acontecendo o mesmo com o Paio Pires que recebe o Alcacerense, no Campo do Vale da Abelha.  


A OPINIÃO DOS TREINADORES


ANTÓNIO PEREIRA, vice-presidente desportivo:



PAULO CARDOSO, treinador do Paio Pires: 



Share on Google Plus