2.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» V. Gama 2 Palmelense 0

Deixou a equipa de Palmela a oito pontos de distância…


VASCO DA GAMA DE SINES TERMINA ÉPOCA EM BELEZA


O Vasco da Gama de Sines que já havia assegurado a subida de divisão terminou em beleza a sua participação no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão ao derrotar o Palmelense na derradeira jornada da competição por duas bolas a zero, com um golo marcado em cada parte.

Para a equipa de Sines foi o culminar de uma época de sucesso depois de duas tentativas falhadas, nas duas temporadas anteriores. Inicialmente com João Direito no comando técnico e depois com Vítor Madeira no seu lugar a turma do litoral alentejano cedo começou a dar mostras das suas intenções e durante algum tempo foi lutando de igual para igual com o Moitense e com o Palmelense. Depois, com o atraso deste, a via ficou aberta e a equipa aproveitou para cumprir o seu objectivo. Na fase final, a equipa vascaína obteve 6 vitórias, 3 empates e uma derrota, marcou 17 golos e sofreu apenas cinco [tantos quantos sofreu o Moitense], números que revelam bem a qualidade e capacidade da equipa que valeu pelo seu conjunto, embora muito tenha contribuído para isso a prestação de Márcio Madeira que foi um dos seus grandes pilares e o melhor marcador do campeonato.

Quanto ao Palmelense, o que se pode dizer é que o objectivo não foi cumprido. A equipa trabalhou bem e praticou bom futebol mas isso acabou por não ser suficiente devido muito provavelmente à inexperiência e juventude de grande parte dos jogadores do seu plantel e de alguns percalços que foram surgindo pelo caminho sobretudo no decorrer da fase final. De facto, as três derrotas e os três empates registados neste período acabou por revelar-se fatal, mas o futebol é assim mesmo, nem todos podem ganhar. Seja como for, há que deixar aqui uma palavra de apreço pelo esforço desenvolvido e pela envolvência do grupo de trabalho no projecto elaborado pela direcção do clube que envolvia também a melhoria e reforço das suas infraestruturas, nomeadamente do campo Cornélio Palma.


Sobre o jogo parece não restarem dúvidas quanto ao vencedor. A equipa de Sines foi superior e ganhou por 2-0, com golos marcados por Rúben Soares (38’) e Márcio Madeira (70’) que ainda desperdiçou uma grande penalidade quando o marcador estava em branco.    



A OPINIÃO DOS TREINADORES...

VÍTOR MADEIRA, treinador do Vasco da Gama: 





ANTÓNIO PEREIRA, director desportivo do Palmelense: 


Share on Google Plus