AF SETÚBAL»» Balanço da época desportiva


Presidente Sousa Marques mostra-se satisfeito, mas…



“A ÉPOCA FOI BASTANTE POSITIVA MAS HÁ SEMPRE UM PORMENOR QUE NOS DEIXA TRISTES”



Joaquim Sousa Marques, presidente da Associação de Futebol de Setúbal, que marcou presença na festa de encerramento das actividades do Núcleo de Árbitros de Futebol de Almada e Seixal aceitou o nosso desafio e em declarações ao nosso jornal fez em traços gerais uma breve análise daquilo que foi a época desportiva de 2015/2016.

Em termos de arbitragem, o líder associativo considera que foi uma época positiva. “Tivemos a descida do Pais António [assistente na Liga] mas temos um conjunto de árbitros que foram indicados a estágio e boas classificações como foi o caso do Paulo Barradas e do Bruno Tavares [no futsal] que subiram à categoria C2 e o André Narciso que vai integrar o estágio para a categoria C1”.

Para além destes pormenores o presidente da AF Setúbal enalteceu o trabalho desenvolvido pelos Núcleos e lembrou que foi no decorrer deste mandato que eles se tornaram sócios da associação.  

Representantes em todas as competições nacionais

A nível competitivo Sousa Marques considera que foi também uma época positiva embora reconheça que numa das competições organizadas pela AF Setúbal nem tudo tenha corrido da foram desejada.

“O V. Setúbal conseguiu manter-se na I Liga permitindo assim que o distrito esteja representado no mais alto patamar do futebol nacional. Depois tivemos o C. Piedade que sem fazer grandes alaridos não só subiu à II Liga como também ainda conseguiu ser campeão nacional e tivemos também o privilégio de manter o Barreirense e o Pinhalnovense no Campeonato de Portugal Prio”.



Distritais manchados pelo que se passou nos juniores

“Positiva foi também a forma como decorreu o campeonato distrital da 1.ª divisão que foi bastante positivo tal como aconteceu em relação à 2.ª divisão que na próxima época deverá ter mais clubes, pelo menos é essa a indicação que temos. A nível da formação também ficámos satisfeitos porque aumentámos o número de clubes e de atletas. Agora há sempre um pormenor que nos deixa tristes, estamos a falar do campeonato distrital de juniores que registou alguns incidentes de natureza disciplinar que ainda estão em julgamento. Nós podemos não gostar de uma ou outra decisão que seja tomada mas eu tenho confiança nas pessoas que integram os órgãos sociais e sei que eles fazem aquilo que sabem e podem e que julgam de acordo com as informações que têm. Por isso, vamos aguardar pela decisão”.

Ainda é prematuro falar em eleições


Com o seu mandato a terminar no fim do ano na conversa que manteve connosco Sousa Marques falou em fim de ciclo mas garantiu-nos que é ainda prematuro falar em eleições. “O nosso mandato termina em Dezembro. Portanto, é ainda muito cedo, não quero especular sobre essa matéria”. 


OIÇA AQUI A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA...


Share on Google Plus