JUV. CERCALENSE»» Mais uma equipa na 2.ª Divisão


Já está muita coisa alinhavada mas o treinador só deverá ser apresentado no início de Julho…


CLUBE REGRESSA ÀS COMPETIÇÕES DA AF SETÚBAL 15 ANOS DEPOIS


A Sociedade da Juventude Cercalense, fundada no dia 10 de Outubro de 1991, em Cercal do Alentejo, concelho de Santiago do Cacém, é mais um dos clubes que na próxima temporada vai disputar o Campeonato Distrital da 2.ª Divisão, na categoria de seniores, da Associação de Futebol de Setúbal.

Depois de cinco anos a competir no INATEL de Beja, por questões de localização já que pertence ao distrito de Setúbal, a colectividade [que noutros tempos chegou a integrar as competições da AFS] entendeu estarem reunidas as condições para voltar a competir a nível federativo e tratou de meter mãos à obra com vista à concretização de um projecto bastante interessante que pode muito bem vir a dinamizar o desporto naquela região.

Já temos algumas coisas alinhavadas mas temos ainda que estruturar as coisas com a Câmara Municipal, com a Junta de Freguesia e com a Casa do Povo que é a detentora do recinto desportivo”, adiantou ao nosso jornal o presidente João Ludovico que gostaria de ver as condições de trabalho melhoradas.

Só se alguma coisa inesperada acontecer é que não entraremos no campeonato distrital já esta época. Neste momento, diria que existe 98% de certeza”, referiu também João Ludovico na entrevista que concedeu ao JORNAL DE DESPORTO.





“Estivemos cinco anos no INATEL de Beja onde conquistámos uma taça, em 2013”


O que levou a Juventude Cercalense a pensar na participação no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão da AF Setúbal?
A ideia já surgiu há algum tempo. Quando iniciámos funções em 2011 o clube estava muito estagnado, sem qualquer tipo de actividades e por conseguinte, sem futebol há 15 anos e então começámos pelo patamar mais baixo; ou seja, pelo INATEL para experimentar e avaliar como o clube suportaria essa estrutura. Estivemos lá cinco anos tendo conquistado uma taça na agência de Beja, em 2013. Como nesse período de tempo as coisas correram bem, pensámos que chegou a altura de dar o salto para as competições da AF Setúbal. Apesar de estar afastado há algum tempo, o clube tem alguma história nestas competições e nesse sentido decidimos avançar com uma equipa sénior.

Sendo uma equipa do distrito de Setúbal por que razão estava a competir no INATEL de Beja?
Devido essencialmente às distâncias. Há muitas equipas localizadas próximo de nós [algumas mesmo do distrito de Setúbal] que participam no INATEL de Beja e então fizemos o pedido para podermos jogar lá. O pedido foi aceite e estivemos por lá cinco anos.





“Queremos ter uma equipa competitiva que possa lutar pela subida de divisão”


Estão então agora reunidas as condições para participar na 2.ª Divisão da AF Setúbal?  
Estamos a trabalhar para isso e estamos também a criar uma equipa porque uma estrutura no INATEL é diferente da estrutura da AF Setúbal não só a nível de organização administrativa e logística como a nível de jogadores e equipa técnica. Como disse, estamos a trabalhar nesse sentido para que quando for a altura de fazermos a inscrição na AF Setúbal termos tudo preparado para podermos dar esse passo que considero positivo tanto para o clube como para a freguesia e até para o próprio concelho.

Nesta altura a equipa já está mais ou menos formada?
Já temos algumas coisas alinhavadas mas temos ainda que estruturar as coisas com a Câmara Municipal, com a Junta de Freguesia e com a Casa do Povo que é a detentora do recinto desportivo. A ida para o distrital também irá fazer com que as coisas sejam melhoradas e num futuro próximo também teremos que pensar na colocação de um sintético não só para que a equipa sénior possa jogar mas também para podermos iniciar as camadas jovens que é também um dos nossos objectivos. Em relação á equipa os responsáveis por essa área estão já a desenvolver contactos com jogadores com o objectivo de podermos formar uma equipa competitiva para lutar pela subida de divisão. 

A ideia passa então por ter uma equipa forte que possa lutar pela subida de divisão?
A nossa intenção é essa mas não podemos garantir isso. Humildemente iremos lutar por esse objectivo, procurando andar sempre junto aos primeiros aproveitando o factor de sermos uma equipa surpresa.






“O treinador em que estamos a pensar é um homem com provas dadas”


Já há treinador?
Já existem contactos mas não posso adiantar muito sobre isso porque ainda estamos a fazer alguns acertos. No entanto, penso que está tudo bem encaminhado. O treinador em que estamos a pensar é um homem com provas dadas pelo excelente trabalho desenvolvido nos clubes por onde tem passado o que constitui também uma mais-valia não só para cativar os jogadores mas também a própria estrutura e os adeptos. Penso que no princípio do mês de Julho poderemos fazer a sua apresentação oficial.

É portanto uma certeza que a Sociedade Juventude Cercalense vai competir na 2.ª Divisão da AF Setúbal? 
Eu diria que neste momento há 98% de certeza. Só se alguma coisa inesperada acontecer é que não entraremos no campeonato distrital já esta época. Como já disse o clube não participa em competições oficiais há mais de 15 anos e também estamos em contactos com a AF Setúbal para analisarem o nosso campo de futebol, fazerem a verificação e verificarem as nossas condições para que possamos entrar de forma tranquila.



Share on Google Plus