CAMPEONATO DE PORTUGAL»» Novidades para a época 2016/2017

Na fase de manutenção clubes começam apenas com 25% dos pontos conquistados…

COMPETIÇÃO SOFRE ALTERAÇÕES JÁ A PARTIR DA PRÓXIMA TEMPORADA

O modelo competitivo do Campeonato de Portugal vai sofrer alterações já a partir da época 2016/2017 numa tentativa de o tornar mais interessante sobretudo na segunda fase onde será criado um play-off, que envolverá equipas da II Liga, na questão relacionada com a promoção.
Mas as alterações não se ficam por aqui porque também a fase de manutenção e descidas vai sofrer algumas mudanças, como é o caso das equipas partirem para a segunda fase com apenas 25% dos pontos conquistados na primeira fase, em vez dos habituais 50% e ainda a troca de clubes entre séries. para evitar a repetição dos mesmos adversários. Os clubes que, no final da primeira fase, fiquem classificados em 7.º, 8.º, 9.º e 10.º lugares das Séries A, C, E e G são colocados, na segunda fase, nas Séries B, D, F e H, respectivamente.

A competição terá oito séries de dez clubes, distribuídos geograficamente. Em cada série, todos os clubes jogam entre si, duas vezes e por pontos, uma na qualidade de visitante e outra na qualidade de visitado.

Após a primeira fase, os dois primeiros classificados de cada série apuram-se para a fase de subida, que terá apenas duas séries, Norte e Sul. O primeiro classificado da cada uma das séries sobe directamente à Segunda Liga.

Para além dessas duas promoções, os segundos classificados de cada uma das séries terão a oportunidade de disputar um play-off com o 17.º e o 18.º classificados da II Liga para a definição de mais duas vagas, pelo que, em teoria, até podem descer os últimos seis classificados da II Liga, já que os últimos quatro (22.º, 21.º, 20.º, 19.º) descem directamente.

Quanto à fase de Manutenção e Descida, existirão oito séries de oito equipas, compostas pelos conjuntos que ficaram entre o 3.º e 10.º lugar da primeira fase.

A grande modificação para esta fase é a mudança na percentagem da redução de pontos. Se até ao momento as equipas partiam com 50% dos pontos, agora partirão apenas com 25% dos que conquistaram na primeira fase.





Troca de clubes entre séries

Outra mudança é a troca de clubes entre séries para evitar a repetição dos mesmos adversários. Os clubes que, no final da primeira fase, fiquem classificados em 7.º, 8.º, 9.º e 10.º lugares das Séries A, C, E e G são colocados, na segunda fase [Séries de Manutenção e Descida], nas Séries B, D, F e H, respectivamente.

Descem aos campeonatos distritais os dois últimos classificados (7.º e 8.º) de cada série, sendo que os sextos posicionados terão de realizar uma eliminatória.

Os 8 clubes classificados em sexto lugar em cada uma das séries de manutenção e descida jogam uma eliminatória, cujo emparelhamento é determinado através da realização de um sorteio puro, que consiste em dois jogos, por pontos, um na qualidade de visitante e outro na de visitado.

Os vencedores da eliminatória permanecem no Campeonato de Portugal e os vencidos descem aos campeonatos distritais.




Share on Google Plus