ABDUL ALIBHAI»» É o mais recente reforço do Comércio e Indústria

Volta a encontrar Carlos Chaby no seu regresso a Setúbal…

“JOGADOR QUER CHEGAR AO FIM DA ÉPOCA NO TOP 10 DOS MELHORES MARCADORES”


Abdul Alibhai, avançado, de 26 anos, que actuava no U. Santiago, está de volta ao Comércio e Indústria, clube que representou nas épocas de 2011/2012, 2012/2013 e 2013/2014.

O jogador que fez a sua formação no V. Setúbal, desde as escolas até aos juniores, representou nas três primeiras épocas como sénior o Comércio e Indústria de onde se transferiu para a equipa alentejana onde na temporada anterior [2015/2016] foi o segundo melhor marcador com 11 golos, sendo 10 marcados no campeonato e um na Taça AF Setúbal.

Neste seu regresso ao clube alvinegro, onde volta a encontrar o treinador Carlos Chaby, Abdul Alibhai – que deixa o U. Santiago com um misto de nostalgia e dever cumprido com a tristeza de abandonar pessoas que foram para si importantes, espera poder ajudar agora o Comércio e Indústria na concretização dos seus objectivos colectivos e ao mesmo tempo não esconde o desejo de individualmente, terminar a época no top 10 dos melhores marcadores e participar no maior número de jogos possíveis.





“Foi muito difícil dizer adeus
a todos os que fazem parte do União”

Depois de dois anos no U. Santiago, a saída para outro clube. Quais as razões para a mudança?
A verdade é que foi muito difícil dizer adeus a todos os que fazem parte do União. É, acima de tudo, um momento que traz um misto de nostalgia e de dever cumprido, em contraste com uma tristeza em ter de abandonar pessoas que tanto por mim deram e foram importantes no meu desenvolvimento como jogador e, mais importante, como pessoa. A mudança prende-se com a minha situação laboral actual e, sobretudo, pelo apreço e carinho que tenho pelo treinador que vai assumir o comando do Comércio (Carlos Chaby) uma vez que irei sempre estar em divida para com ele e para com o Comércio pela aposta que fizeram em mim quando mais jovem era. É altura de voltar para perto de casa e ajudar um clube quase centenário a cumprir os objectivos.

Como correram as duas épocas em Santiago do Cacém, foram positivas?
Sim, foram. Em termos pessoais, fiz 65 jogos, marquei 14 golos e fiz algumas assistências que foram importantes para mim e, principalmente, para o clube. A verdade é que sempre dei o melhor com aquela camisola, que nunca me será indiferente. É sem dúvida um sítio especial onde todos são bons anfitriões e nunca me faltou nada. O único senão foi a questão colectiva, apesar de sempre darmos o melhor, com adversidades que fomos encontrando, tenho noção que foram duas épocas de superação tanto a nível pessoal como colectivo. Saio com a consciência de nunca ter poupado no meu suor e no meu empenho.





“Não irei poupar esforços para que
a equipa atinja os seus objectivos”


Na época passada foste o segundo melhor marcador da equipa. Em termos pessoais, foi importante para ti?
Sim é verdade. Para mim foi importante uma vez que tinha a competição interna do Amândio, que é um amigo pessoal e um miúdo com imenso talento e com um dom de fazer balançar as redes, como poucos vi. Vai ser muito falado no Campeonato de Portugal Prio, tenho a certeza. Os golos que marquei deram-me algum protagonismo durante a época desportiva mas trocaria os golos por um lugar mais em concordância com o real valor da equipa.

Que esperas fazer esta época no novo clube?

Bem, a verdade é que chego hoje um jogador mais completo com uma visão mais aprimorada sobre o jogo e sobre o campeonato e também com a real noção da competitividade e da qualidade que nele reside. Tenho em mim a força, dedicação e a certeza, que não irei poupar esforços para que a equipa atinja os objectivos que são propostos. A nível individual quero continuar a aproveitar o futebol que tanto me tem dado e ao mesmo tempo tenho o desejo de chegar ao fim da época no top 10 dos melhores marcadores e participar no maior número de jogos possíveis. Basicamente, sou mais um para remar com o intuito de fazer este barco chegar a um porto feliz. Não queria terminar sem deixar uma palavra ao seu blog, admiro a coragem e a sua disponibilidade em tornar estes campeonatos amadores mais divulgados e cada vez mais, ajudar a promoção de jogadores que tanto talento têm mas que só precisam da oportunidade correcta. Imensamente grato.

Share on Google Plus