ARRENTELA»» Iniciados querem recuperar espaço perdido

Treinador André Branco acredita no valor dos jogadores…

“ESTA EQUIPA JÁ TRABALHA JUNTA HÁ ALGUNS ANOS E TEM TIDO ALGUMAS CONQUISTAS PELO CAMINHO”

O Atlético Clube de Arrentela está a atravessar um dos momentos mais complicados da sua história. Os recursos financeiros são escassos e isso acaba naturalmente por se reflectir no dia-a-dia do clube que mesmo assim ainda vai conseguindo manter a sua actividade desportiva mas somente a nível dos escalões de formação.

Trabalhar num clube assim não é tarefa fácil. Por isso, só há que louvar quem mesmo assim vai resistindo com o objectivo proporcionar a prática desportiva aos muitos jovens que continuam a procurar o clube e André Branco é um destes casos.

Já foi treinador da equipa sénior do Arrentela precisamente na altura em que o clube procedeu à sua suspensão e também já passou pelo futebol de formação do Amora mas agora está de volta ao seu clube de origem para treinar a equipa de iniciados A, que se apresenta esta época com alguns objectivos.
  



“Temos uma equipa capaz de lutar pela subida de divisão”

 A que se deve este seu regresso à Arrentela?
De facto, tive uma passagem curta pelo Amora onde não consegui implementar aquilo que queria na equipa e acabei por regressar à Arrentela que é um clube que conheço, que gosto e pelo qual tenho um afecto pelas pessoas que lá trabalham e depois porque o projecto que me apresentaram é bastante interessante.

Quais são as bases desse projecto?
Tem a ver com a equipa de Iniciados “A” que já trabalha junta há alguns anos e tem tido algumas conquistas pelo caminho. Como na época passada os Iniciados desceram de divisão, vamos agora com esta equipa tentar recuperar o espaço perdido, encarando o campeonato sempre jogo a jogo. O plantel mantem-se praticamente todo e ainda fomos buscar alguns jogadores. Portanto, creio que temos uma equipa capaz de lutar pela subida de divisão.

A época já começou a ser planificada?
Só começamos a trabalhar a 30 de Agosto mas a época já está efectivamente planificada para que as coisas decorram de forma normal. Temos bastante trabalho pela frente e sabemos que não vai ser fácil conseguir aquilo que queremos mas, é como digo, vamos pensar jogo a jogo e tentar ser humildes o suficiente para podermos ir ganhando os jogos. Se conseguirmos passar a primeira fase então sim tentaremos subir de divisão.


“A pré-época vai começar a 30 de Agosto. Nessa altura iremos fazer alguns treinos de captação para ver se aparece alguém que nos possa interessar”. 





“O Arrentela tem tudo para voltar a ser aquilo que foi”

O Arrentela está neste momento a passar por uma fase menos boa. Como são as condições de trabalho?
Sobre isso, só tenho que agradecer às pessoas que trabalham connosco diariamente porque têm que se desdobrar por vezes em duas e em três, porque são poucas. Para mim, o trabalho que têm feito é excepcional porque têm ajudado que passa por uma situação bastante difícil porque os fundos cada vez são menos e os apoios muito escassos. Como temos muitos jovens a jogar no clube, por vezes temos que ser nós a dar-lhes a mão. De facto, torna-se bastante complicado trabalhar nestas condições mas não vamos desistir.  

O ideal seria que houvesse mais apoio e mais gente para trabalhar…
É evidente, e nós tentamos promover ao máximo essa situação. Pedimos para nos ajudarem e procuramos arranjar novos directores mas não é fácil porque a situação do clube também não ajuda. Pessoalmente, acho que o Arrentela tem tudo para voltar a ser aquilo que foi há alguns anos atrás, desde que as coisas sejam feitas com calma. Vontade é coisa que não nos falta. O processo poderá ser bastante vagaroso mas acho que a pouco e pouco vamos lá chegar.




Share on Google Plus