U. SANTIAGO»» Álvaro Mendes é o novo treinador

Projecto vai ser um pouco diferente do que tem sido habitual…


“ESTA ÉPOCA, CERCA DE 80 A 90% DOS JOGADORES VÃO-SE IDENTIFICAR COM A CIDADE E COM O CLUBE”


Álvaro Mendes, de 43 anos, é o treinador da equipa principal do U. Santiago para a época desportiva de 2016/2017.

O último clube que treinou foi o Zambujalense [camadas jovens] há cerca de dois anos mas isso não constituiu obstáculo para o clube alentejano que se prepara para mais uma campanha desportiva na 1.ª Divisão da AF Setúbal.

Álvaro Mendes que iniciou a sua carreira de treinador na época de 2001/2002 no Barreirense, passou também pela ADQC, Desportivo Fabril, Comércio e Indústria, Eléctrico de Ponte de Sor e Zambujalense.

Em entrevista ao nosso jornal, o treinador confessou que foi com alguma surpresa que recebeu o convite para treinar a equipa alentejana mas está confiante na realização de uma boa temporada e convicto que irá liderar um grupo forte e coeso.

Álvaro Mendes adiantou ao JORNAL DE DESPORTO que o início do trabalho está marcado para o dia 22 de Agosto e que a maioria do plantel [que ainda não está completamente formado] será composto na sua maioria por jogadores da região.





Convite foi uma surpresa

Como surgiu este convite, tendo em conta que se encontrava sem treinar há cerca de dois anos?
De certa forma foi uma surpresa. Entraram em contacto comigo, através de umas pessoas amigas. Depois, reuni-me com o presidente e com o director desportivo do clube, tivemos uma conversa franca e aberta e chegámos à conclusão que este seria o momento ideal para voltar.

E os objectivos já estão definidos?
Eu tenho a minha maneira de trabalhar e a minha maneira de ver o futebol mas olhando ao passado do U. Santiago posso dizer que este projecto vai ser um pouco diferente daquilo que tem sido habitual. O clube tem vindo a perder jogadores com os quais estava a contar mas o mais importante é que os que fiquem tenham vontade de fazer e dar o seu melhor. Falar nesta altura em subida de divisão é um pouco ilusório porque a época passada a equipa ficou em 12.º lugar e agora vamos iniciar um novo projecto, com alguns novos jogadores. Com o decorrer da época iremos alinhando os nossos objectivos.

A última equipa que treinou foi nos escalões de formação mas para si treinar uma equipa de seniores não é novidade?
De forma nenhuma. Fui adjunto no Barreirense quando ainda estava na 2.ª Divisão e depois passei também pelo Comércio e Indústria, Eléctrico de Ponte de Sor, 1.º Maio Sarilhense e Desportivo Fabril. Portanto, tive várias experiências.





“O grande objectivo do U. Santiago é o campeonato”

Está então esperançado em fazer uma boa temporada no U. Santiago?
Sem dúvida. Estou convicto que vamos montar uma estrutura forte, quer dentro, quer fora do campo, porque, tanto eu, como o presidente e o director desportivo, estamos em perfeita sintonia. Creio que existem condições para que tudo corra bem.

E o trabalho de preparação quando começa?
Estamos a preparar as coisas para começar no dia 22 de Agosto. Não há necessidade de começar mais cedo porque existe uma grande distância até ao início do campeonato. Desta forma, vamos aproveitar os jogos da Taça para preparar os jogadores mas sempre com um espírito de vitória. De qualquer modo, temos que ter a noção que o grande objectivo do U. Santiago é o campeonato.

E, em relação ao plantel o que se pode saber nesta altura?
Ainda não está totalmente definido. Há uma ou outra situação apalavrada mas a última decisão pertence sempre do presidente. É evidente que terá que haver entradas para colmatar as saídas mas a base da equipa será a mesma da época passada, com jogadores da região. Tudo indica que esta época, cerca de 80 a 90% dos jogadores se vão identificar com a cidade e com o clube. Como eu não sou da zona, seria muito fácil levar um autocarro cheio de jogadores, mas não é esse. 
Share on Google Plus