TAÇA AF SETÚBAL»» Moitense 2 Almada 0

Marcou os dois golos da sua equipa…

MARCO VÉSTIA FOI A FIGURA PRINCIPAL DO JOGO


Em jogo relativo à primeira jornada da Série D da Taça AF Setúbal disputado no Juncal Desportos, o Moitense derrotou o Almada por 2-0, com golos marcados na segunda parte.

A primeira parte decorreu com algum equilíbrio mas com mais posse de bola da equipa da casa que dispôs também de mais oportunidades de golo, duas contra uma do Almada. Por esta razão pode-se dizer que o resultado ao intervalo se ajustava ao desenrolar daquilo que havia sido feito por ambas as equipas.

Na segunda parte o Moitense imprimiu mais velocidade ao jogo e acabou por chegar ao golo aos 55 minutos por intermédio de Marco Véstia que viria a marcar também o segundo já em período de compensação (90+2’).

À medida que o jogo ia evoluindo começou a notar-se alguma quebra física dos jogadores e nos últimos cinco minutos o jogo tornou-se mais partido.

O Almada forçou um pouco mais o ataque na tentativa de chegar ao empate mas quem acabou por marcar foi o Moitense que carimbou assim a sua primeira vitória na competição.

De destacar o facto de Marco Véstia, um dos reforços da equipa (ex-Alcochetense) ter sido o autor dos dois golos…






A OPINIÃO DOS TREINADORES:

Nuno Paulino, treinador do Moitense:

"A vitória é incontestável porque fomos a melhor equipa"

“Na primeira parte as equipas ficaram um pouco na expectativa mas nós tivemos mais posse de bola e jogámos mais no meio campo do adversário. Sem ser uma 1.ª parte com poucas situações de golo de parte a parte nós fomos ligeiramente superiores”.

“Na segunda parte pedi aos jogadores uma maior ambição e mais velocidade no jogo e as coisas correram bem porque marcámos cedo. Até meio da segunda parte o domínio continuou a ser nosso e tivemos mais alguma oportunidades de golo  mas nos últimos 20 minutos o jogo ficou mais repartido porque era o primeiro jogo da época. Havia jogadores com cãibras o que é perfeitamente normal. Começou a haver mais espaço e o Almada forçou um bocadinho mais na parte final mas nós já na compensação acabámos por matar o jogo, nua situação de contra-ataque. Acho que fomos a melhor equipa e que a vitória é incontestável”.

Share on Google Plus