TAÇA DE PORTUGAL»» Fabril, Barreirense e Pinhalnovense seguem em frente

Pinhalnovense foi quem teve a tarefa mais facilitada…

AMORA E BEIRA MAR DE ALMADA DERAM MUITO BOA CONTA DE SI MAS FICARAM PELO CAMINHO

Desportivo Fabril, Pinhalnovense e Barreirense seguem em frente na Taça de Portugal. Pelo caminho ficaram Amora e Beira Mar de Almada.

O resultado mais relevante foi obtido pelo Desportivo Fabril que foi eliminar o Casa Pia, em Pina Manique, num jogo que só ficou decidido nas grandes penalidades, depois de 1-1 no final dos 90 minutos e 2-2 no prolongamento.

A equipa orientada por Manuel Correia, que alinhou de início com Marinheiro; Adérito, Farinha, Mário Loja, Pimenta; Calú, Silva, Joel; Damâso, Tiago Correia e Moisés, sofreu o primeiro golo aos cinco minutos de jogo (Sócrates) mas a resposta não demorou e quatro minutos depois a partida estava igualada com um golo de Tiago Correia, mantendo-se assim o resultado até ao intervalo.   .

Na segunda parte o Desportivo Fabril dispôs de mais e melhores oportunidades de golo mas não conseguiu marcar e os 90 minutos chegaram com o marcador igualado a uma bola.

No prolongamento a equipa do Lavradio colocou-se em vantagem com um golo de Ricardo Damâso marcado na cobrança de um livre directo. Já na segunda parte do prolongamento o Casa Pia fica reduzido a 10 unidades por expulsão de um jogador acontecendo o mesmo ao Fabril já muito perto do final, com a expulsão de Moisés por acumulação de amarelos num curto espaço de tempo. O árbitro deu três minutos de compensação e o Casa Pia acabou por chegar ao empate (2-2), de novo por Sócrates, quando o relógio já assinalava cinco minutos para além dos 120. Resultado, houve necessidade de se recorrer ao desempate através de pontapés de grandes penalidades e aí o Desportivo Fabril acabou por ser mais feliz concretizando sete e o Casa Pia apenas seis.

O Barreirense, também segue em frente na prova rainha do futebol nacional após vitória alcançada sobre o Operário (Açores) num jogo que também só foi decidido no prolongamento depois de 1-1 no final do tempo regulamentar.
Mais facilitada foi a tarefa do Pinhalnovense que recebeu e venceu o Lagoa (da 1.ª Divisão da AF Algarve), por 2-0.

Em sentido inverso, estiveram o Amora e o Beira Mar de Almada que não conseguiram evitar a eliminação nos jogos que efectuaram em Almancil e Moura, respectivamente.

No Algarve, o Amora foi tramado por um golo sofrido logo aos 10 minutos de jogo. Depois teve uma boa reacção e partiu em busca da igualdade para minimizar a situação mas não conseguiu finalizar e acabou por ser penalizado por isso.

Em Moura, o Beira Mar de Almada bateu-se muito bem perante um adversário de escalão superior que teve que se esforçar bastante para sair vitorioso porque os golos só surgiram no último quarto de hora, precisamente aos 75 e 90+1', por Daniel Andrade e Rafinha.  


Na próxima eliminatória, para além das três equipas já apuradas, com a entrada das equipas da II Liga, a Associação de Futebol de Setúbal vai ter mais um representante: o Cova da Piedade. 

Share on Google Plus