VALE DE MILHAÇOS»» À procura do tetra na Fundação Inatel

Só com vitórias…

NA LIDERANÇA DO GRUPO A COM CINCO PONTOS DE VANTAGEM


O Vale de Milhaços, tri-campeão distrital da Fundação Inatel, procura esta época alcançar o tetra e as coisas parecem estar bem encaminhadas, embora o campeonato esteja ainda no seu princípio.

Até ao momento, nos cinco jogos realizados, a equipa de Vale de Milhaços tem outras tantas vitórias, lidera o Grupo A com cinco pontos de vantagem sobre o segundo classificado [Vale Figueira], é uma das equipas com mais golos marcados e possui a defesa menos batida de todo o campeonato.   

A época tem vindo a decorrer de forma tranquila mas o treinador Ricky Nelson considera que “não iniciámos a competição como pretendíamos, com boas exibições aliadas às vitórias, mas temos crescido jogo a jogo e é esse o caminho que queremos, porque jogamos sempre para vencer [respeitando os adversários claro] e queremos também proporcionar bons espectáculos aos nossos adeptos para que eles venham aos jogos. Queremos ganhar jogando bem, este é um dos objectivos que traçámos”.

Terminado o ano de 2016, interrogámos Ricky Nelson sobre as perspectivas para o novo ano. “Trabalhar até ao limite para atingir os objectivos traçados no início da época. O grupo está ciente disso. Nada melhor que deixar o nosso nome escrito por onde passamos e nós queremos muito deixar o nosso nome escrito aqui em Vale de Milhaços, que ninguém duvide”.


Humildade, união e crença…

Competir jogo a jogo, lutando pela vitória ate ao último minuto, é uma das características da equipa e quando se fala em tri ou tetra Ricky Nelson diz que “é tudo bonito quando falamos da história mas nós sabemos que estamos igual aos outros e que ainda não ganhámos nada mas é legítimo que também queiramos ser felizes no final da época. Há uma frase que digo sempre aos meus jogadores. Quem trabalha bem será sempre recompensado. Com humildade, união e crença, tudo é possível”.


Estágio nos juvenis do Amora

Depois de ter tirado o curso de treinador Ricky Nelson teve necessidade de fazer um estágio e por essa razão de algum tempo a esta parte acumula as funções de treinador do Vale de Milhaços com as de estagiário nos juvenis do Amora que disputam o respectivo campeonato nacional.

“Fui muito bem recebido no Amora, encontrei uma família e quando é assim, tudo torna mais fácil. Misteres fantásticos que vivem o futebol, pessoas sérias e humanas. Estou aprendendo e desfrutando. Por isso, deixo um grande abraço ao mister Paulo Correia a quem desejo as maiores felicidades. Obrigado por tudo”.



Share on Google Plus