FUTEBOL FEMININO»» Selecção da AF Setúbal apurada para a fase final

Ficou em 1.º lugar no Grupo 5 da fase zonal…

VITÓRIA SOBRE LISBOA COLOCA SUB-16 SETUBALENSES NA ROTA DO TÍTULO NACIONAL


A selecção distrital da AF Setúbal sub-16 de futebol feminino festejou no passado domingo [depois de vencer a sua congénere de Lisboa, por 2-1] o apuramento para o grupo das oito selecções regionais que, em Março, no Porto, vão discutir o título da edição 2017 do Torneio Nacional Interassociações.

O triunfo alcançado sobre as lisboetas, que aconteceu 24 horas depois do empate a uma bola com Leiria, valeu à AF Setúbal o primeiro lugar no Grupo 5 da Fase Zonal.

Um desfecho que alimenta o sonho de ver a selecção do distrito de Setúbal sagrar-se campeã nacional, depois de há um ano o título ter escapado na lotaria dos penáltis, precisamente para Leiria.

Rúben Conceição foi, pela primeira vez, o comandante das guerreiras. Na hora de analisar a prestação competitiva dos dois jogos realizados no relvado sintético do Campo das Barreiras, em A-dos-Francos, o seleccionador distrital da AF Setúbal apontou o cumprimento exemplar da estratégia definida e o talento das jogadoras como factores determinantes do sucesso..... 


A nossa equipa fez tudo de acordo com o que estava planeado. Tudo o que foi pedido foi cumprido. As atletas foram fantásticas e formaram um conjunto de autênticas guerreiras”, começou por elogiar Rúben Conceição, treinador que assumiu, pela primeira vez, neste torneio a condição de seleccionador, depois de exercer o cargo de adjunto de Alexandre Santana, o coordenador técnico distrital da AF Setúbal..


Atitude fantástica

O responsável técnico vinca que este resultado deve ser valorizado. “Defrontámos duas selecções muito fortes, a vencedora da prova do ano anterior e Lisboa, naturalmente, uma equipa favorita à conquista de títulos. Contudo, conseguimos mostrar em campo o cumprimento de uma estratégia assente no talento das nossas atletas. Não tivemos a sorte de vencer na primeira partida, mas frente a Lisboa, o grupo revelou uma atitude e uma qualidade fantástica e, por isso, foi premiado”, disse.

Neste momento de particular relevância para o futebol feminino da AF Setúbal, Rúben Conceição não deixou de partilhar este resultado. “Esta é a consequência do bom trabalho diário que os clubes têm feito e as selecções reflectem os resultados. Uma dinâmica fantástica que deve ser reconhecida”, sublinhou.

Todavia, o cenário do futebol feminino da nossa região denota limitações. “A quantidade de atletas que temos no seio da AF Setúbal ainda é manifestamente insuficiente, quando em comparação com outras associações, que têm mais facilidade em fazer a gestão dos recursos. Desejamos que a aposta no futebol feminino seja cada vez mais efectiva, que surjam cada vez mais equipas, porque, apesar das contrariedades esta variante está a evoluir significativamente e a nossa região segue essa tendência”.

Apesar de tudo, Rúben Conceição reiterou que “nesta fase zonal, a selecção sub-16 mostrou ter um grupo de grande qualidade, que se exibiu em grande nível”. Facto reconhecido por todos quantos viram a actuação das guerreiras, numa jornada de grande promoção do futebol feminino.


Grupo ficou feliz

Em termos pessoais, a estreia de Rúben Conceição à frente das selecções da AF Setúbal não podia ter corrido melhor.

“Senti-me sereno e confiante. Este é um trabalho de continuidade daquilo que tem vindo a ser feito nos últimos anos. O grupo ficou feliz e isso deixou a equipa técnica igualmente muito satisfeita”, libertou o técnico associativo.

Instado a avaliar a importância de vestir a camisola da AF Setúbal, Rúben Conceição garante que representar a selecção distrital “é cada vez mais uma ambição das atletas. Sentem efectivamente a camisola da associação e, mais uma vez, souberam honrar e dignificar a instituição. O reconhecimento de que representar a selecção da AF Setúbal é um importante passo na progressão das carreiras está, cada vez mais, interiorizado pelos atletas”, reforçou.

A ambição para a fase final

A selecção sub-16 da AF Setúbal é uma das oito equipas [Braga, Porto, Coimbra, Guarda, Évora, Madeira e Viseu, são as outras concorrentes] que tem a possibilidade de lutar pelo triunfo na fase final, marcada para os dias 17, 18 e 19 de Março, numa prova a organizar no distrito do Porto.

“As expectativas para a fase final são as mesmas com que entramos para a fase zonal. Vamos competir com muita vontade de vencer, mas focados no nosso primeiro adversário, que será contra Coimbra”, começou por antever.

Rúben Conceição lembra que “já mostramos que temos muito valor e isso será a nossa arma” para enfrentar os adversários que terão pela frente. A partir de agora vamos começar a definir a estratégia para a fase final, prova na qual temos a ambição de, pelo menos, chegar às quatro finalistas”...

Fonte: AFS


Share on Google Plus