1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Monte de Caparica 0 Amora 5

Pedro Pereira fez o primeiro golo aos 40 segundos…

JOCA COM UM HAT-TRICK FOI A PRINCIPAL FIGURA DO JOGO

Em dia de autêntico vendaval, que deixou o sintético do campo Rocha Lobo em péssimo estado, devido aos muitos lençóis de água existentes, o Amora, que voltou a realizar uma boa exibição, brindou os cerca de 80 espectadores que tiveram a coragem se assistir ao encontro, com cinco golos.

Como seria de esperar o espectáculo não foi brilhante, mas mesmo assim, em determinados momentos, o jogo fez lembrar o filme “Serenata à Chuva” devido à forma como os jogadores encararam a partida, que começou praticamente com o primeiro golo do Amora.

Estavam decorridos apenas 40 segundos quando o remate de Pedro Pereira, desferido à entrada da área, entrou pela primeira vez na baliza adversária.

O Monte de Caparica teve uma boa reacção e aos 10 minutos, na cobrança de um canto, esteve muito perto do empate valendo então Madureira que desviou a bola para o ferro da sua baliza.

Praticando um futebol prático, e mais condizente com as condições do terreno, os amorenses foram criando várias oportunidades que resultaram em golo, sendo de realçar o hat-trick feito por Joca que marcou aos 25 minutos, de cabeça, após livre cobrado do lado esquerdo por França, aos 28 na sequência de uma jogada colectiva e já na segunda parte aos 48 minutos [o mais bonito de todos] com um pontapé de primeira, após cruzamento de Pedro Pereira.

A ganhar por 3-0 ao intervalo, e com o campo nas condições que estava, o Amora baixou um pouco a intensidade do e o Monte de Caparica, numa ou outra ocasião, ainda tentou chegar pelo menos ao golo de honra mas sempre com pouca clarividência e o Amora aproveitou para marcar por mais duas vezes, numa delas como já descrevemos por Joca (48’) e a outra última por Bruninho na cobrança de um pontapé de penalti (60’).  


Henrique Pires, e seus auxiliares, realizaram um trabalho bastante positivo apesar das condições adversas do tempo.


Jogos da próxima jornada

A exibição e o resultado deixam em aberto boas perspectivas para o encontro do próximo domingo a realizar na Medideira entre o Amora e o Olímpico do Montijo, duas das melhores equipas do campeonato que se encontram separadas por 11 pontos, com vantagem para os montijenses.  


O Monte de Caparica na próxima jornada desloca-se a Setúbal para defrontar o Comércio Indústria que está em penúltimo lugar com apenas menos um ponto que a equipa de José Meireles. Será com certeza um despique interessante na fuga aos lugares de despromoção.   


A OPINIÃO DOS TREINADORES…


JOSÉ MEIRELES, treinador do Monte de Caparica:

JOSÉ CARVALHO, treinador do Amora:







Share on Google Plus