1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» U. Santiago 3 Banheirense 1

Banheirense marcou logo aos três minutos…

U. SANTIAGO DEU A VOLTA AO MARCADOR QUE LHE ERA DESFAVORÁVEL AO INTERVALO  

O U. Santiago venceu a U. Banheirense, por três bolas a uma, em jogo relativo à 22.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão que foi disputado numa tarde bastante invernosa mas num tapete relvado de excelente qualidade.
O jogo, apesar das condições atmosféricas não serem as melhores, foi bem disputado pelas duas equipas mas teve duas partes distintas.
Na primeira parte esteve melhor a equipa da Baixa da Banheira que se adiantou no marcador logo aos três minutos por intermédio de Ailton.
Surpreendida, a equipa da casa reagiu e também criou algumas oportunidades, tal como o Banheirense, mas o resultado não sofreu mais qualquer alteração até ao intervalo.
Na segunda parte o U. Santiago surgiu com dois jogadores novos e tudo acabou por ser diferente porque passou a tomar conta do jogo.
Tiago Lopes empatou a partida aos 50 minutos, Jorginho colocou a equipa alentejana na frente do marcador aos 68 e Tiago Lopes aos 75 fixou o  marcador final em 3-1, dando assim a volta ao marcador que lhe era desfavorável ao intervalo.
O Banheirense bem tentou contrariar o futebol praticado pelo adversário mas a grande verdade é que não conseguiu e acabou por ser derrotado de forma perfeitamente natural.
Na classificação o U. Santiago está em 4.º lugar com 41 pontos e a U. Banheirense na 10.ª posição com 27 pontos.
Na próxima jornada o U. santiago desloca-se à Costa de Caparica para defrontar os Pescadores e o Banheirense recebe o Vasco da Gama no Vale da Amoreira num jogo que está marcado apenas para as 18 horas e 30 minutos.
Nesta partida, será também de referir o bom trabalho desenvolvido pelo trio de arbitragem chefiado por José Vieira (Pinhal Novo).   equipa de Santiago reagiu e também criou


A OPINIÃO DOS TREINADORES…

ÁLVARO MENDES, treinador do U. Santiago:


RUI FONSECA, treinador do U. Banheirense:  
“Perdemos com a equipa que pratica o melhor futebol do Distrital”

“Em um dia de grande temporal só mesmo um relvado em excelente estado é que permitia que se jogasse futebol com alguma qualidade.

Entrámos muito bem no jogo, e fruto dessa entrada forte fizemos o 0-1 aos 3m, pouco depois houve duas boas ocasiões de golo, uma para cada lado, nós podíamos ter feito o 2-0, e o União Santiago também podia ter feito golo, não fosse uma excelente intervenção do Vital que no mesmo lance fez duas belíssimas defesas.

O jogo entrou numa toada de grande equilíbrio, e julgo que ao intervalo a nossa vantagem era justa.

Na segunda parte, tudo foi diferente, o União Santiago modificou ao intervalo, e causou-nos grandes problemas. Nos segundos 45m não conseguimos equilibrar as forças e o União Santiago deu a volta ao resultado, que diga-se, totalmente justo, e que espelhou o porquê da equipa andar constantemente entre o 3.º e o 4.º lugar e nós a lutar entre o 8.º e o 12.º.

Mas já tive a oportunidade de dizer aos rapazes que não há drama nenhum em ter perdido por 3-1 em Santiago, até porque perdemos com a equipa que na minha opinião pratica o melhor futebol desta Distrital. Nós, só temos de continuar o nosso caminho que é o de tentar melhorar semana após semana”.






Share on Google Plus