1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» V. Gama 0 Moitense 1

João Nuno decidiu com uma «bomba»…

MOITENSE SURPREENDE VASCO DA GAMA EM SINES COM GOLO MARCADO NA COMPENSAÇÃO

O Vasco da Gama foi surpreendido em casa pelo Moitense na partida realizada no passado domingo no Estádio Municipal de Sines a contar para a 22.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão.

Para a equipa do litoral alentejano esta foi a segunda derrota consecutiva, coisa que só havia acontecido uma vez esta época precisamente nos dois primeiros jogos do campeonato. De então para cá seguiram-se 10 vitórias e sete empates que lhe dão 37 pontos e o sexto lugar na tabela classificativa.

Para o Moitense foi o quarto jogo consecutivo a pontuar facto que comprova o valor da equipa que regressou aos bons resultados com a entrada de Olívio Cordeiro para o comando técnico da equipa. Dois empates nos dois primeiros jogos e duas vitórias nos seguintes, um registo bastante positivo para uma equipa que nos seis jogos anteriores havia conquistado apenas um ponto.

O mau tempo que se fazia sentir afectou naturalmente o desempenho das duas equipas e as oportunidades de golo não foram muitas.

Na parte final, numa altura em que já se esperava pelo apito do árbitro (90+5’), surgiu então o golo de João Nuno que daria a vitória ao Moitense. 
  
Depois da realização deste jogo o Vasco da Gama ocupa o 6.º lugar com 37 pontos e o Moitense com 28 pontos ascendeu ao oitavo lugar.

Na próxima jornada o Moitense recebe o Grandolense e o Vasco da Gama desloca-se ao Vale da Amoreira onde defronta o Banheirense, apenas às 18 horas e 30 minutos.


A OPINIÃO DOS TREINADORES


VÍTOR MADEIRA, treinador do V. Gama:
(A aguardar…)


OLÍVIO CORDEIRO, treinador do Moitense:

“Míssil de João Nuno deu-nos a vitória quando já se esperava a igualdade”
“Desta feita numa tarde de muita chuva e algum vento, jogámos contra um adversário que está a realizar um bom campeonato.
Entrámos a jogar contra a direcção do vento, coisa que não nos afectou, e aos 20 minutos de jogo já tínhamos desperdiçado algumas ocasiões de golo. O nosso guarda-redes, em todo o jogo, teve duas boas intervenções ainda no decorrer da 1.ª parte, de resto, até ao final, foi sempre tranquilo sem jogadas de maior perigo por parte do Vasco da Gama.
Na 2.ª parte, já com as condições climatéricas a favorecer a nossa equipa, jogámos no meio campo adversário e dominámos, tal como já tivera acontecido no primeiro tempo, tendo mesmo assim tido menos ocasiões de golo, onde destaco um remate espontâneo do Amadeu com a bola a passar a milímetros da baliza defendida pelo José Manuel.
Na parte final o jogo partiu um pouco mais, pautando mais pelo equilíbrio e, quando já se esperava a igualdade, num lance daqueles que pode acontecer em qualquer uma das balizas, o João Nuno, sobre a meia direita dispara um míssil, fazendo um golo estupendo que nos deu a vitória, colocando a meu ver justiça no marcador.
Parabéns a toda equipa, direcção e em especial à minha equipa técnica Hugo Gonçalves, Bruno Gomes e Pedro Santos, ao Bernardo (técnico de equipamentos) e aos cinco elementos da claque que, face ao frio e chuva, cada um na sua forma, contribuiu bastante para este desfecho com sucesso”.


Share on Google Plus