1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Moitense 0 Grandolense 4

Moitense sofreu primeira derrota com Olívio Cordeiro…

GRANDOLENSE SURPREENDE AO GOLEAR MOITENSE NO JUNCAL DESPORTOS

O Grandolense obteve um dos resultados mais surpreendentes da 23.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão ao golear o Moitense, em sua própria casa, que vinha de uma série de resultados positivos.

Com efeito, depois de dois empates e duas vitórias nos últimos quatro jogos disputados, a equipa da Moita sofreu a sua primeira derrota desde que Olívio Cordeiro assumiu o seu comando técnico.

O triunfo da equipa de Grândola, que está a fazer um excelente campeonato, começou a ser construído logo aos dois minutos num livre muito bem excutado por Besugo e Fábio aos minutos elevou a contagaem para 2-0. O Moitense reagiu e muito perto do intervalo chegou mesmo a intoduzir a bola na baliza adversária mas o lance foi anulada.

Na segunda parte o Moitense entrou forte e poderia ter marcado logo nos primeiros minutos mas o Grandolense aguentou bem o ímpeto do adversário e passado algum tempo aumentou a sua vantagem para 3-0 liquidando por completo as intenções da equipa da casa que viria ainda a sofrer mais um golo. Karadas foi o autor dos dois últimos golos do Grandolense que foram marcados aos 67 e 85 minutos.

Com esta excelente vitória, a equipa alentejana, que tem menos um jogo, manteve a sua posição no terceiro lugar da tabela classificativa com 45 pontos e o Moitense a 10.ª posição com 28 pontos.

Na próxima jornada o Moitense desloca-se a Cacilhas para defrontar o Beira Mar de Almada e o Grandolense joga em casa com o U. Banheirense.


A OPINIÃO DOS TREINADORES…

OLÍVIO CORDEIRO, treinador do Moitense:

“Defrontámos uma equipa inteligente que provoca sono e ataca com eficácia”

“O Grandolense tem uma equipa com qualidade na qual comprova com a classificação que regista nesta fase do campeonato, é uma equipa inteligente que joga num ritmo baixo provocando “sono” nos adversários, e que por norma ataca com eficácia.
Não nos adaptámos bem a este adversário e entrámos basicamente a perder com um golo de livre apontado pelo Besugo aos 2 minutos. Após isso e quando tentávamos a igualdade sofremos o 0-2 num lance de aparente fora de jogo. Tivemos a nossa melhor oportunidade na 1ª parte com um golo supostamente mal anulado ao Amadeu mesmo ao cair.
Tentámos entrar forte no segundo tempo mas sem efeitos práticos, pois as bolas teimavam em não entrar nos avançados. Quando nos preparávamos para mexer no sistema de jogo com duas substituições para jogar mais no risco, sofremos o 0-3 que nos deitou por terra por completo.
Ainda sofremos o 0-4 noutra bola parada que tornou ainda mais pesada a derrota.
Boa atitude dos nossos jogadores que apesar da derrota foram dignos de respeito lutando até ao fim”.
Teremos de responder de forma sólida e eficaz, para corrigir este mau resultado, quanto antes.
O Grandolense foi um justo vencedor, embora a meu ver por números exagerados”.

ANTÓNIO GOMES, treinador do Grandolense:   


Share on Google Plus