QUINTAJENSE »» Obra de importância vital para o clube

Para modernizar as infra-estruturas...

CLUBE FOI UM DOS CINCO EMBLEMAS DA REGIÃO CONTEMPLADOS COM APOIOS DA FPF

  
Em Março último, os cinco clubes do universo AF Setúbal (Futebol Clube Alvaladense, Juventude Desportiva Melidense, União Futebol Clube Moitense, Palmelense Futebol Clube e Quintajense Futebol Clube) que viram aprovadas as candidaturas ao Concurso de Modernização de Infra-estruturas Desportivas, lançado pela FPF, assinaram o protocolo com a Federação.

Desta mão cheia de contemplados da nossa região, o FC Alvaladense foi o primeiro, em Julho último, a ver inaugurada a obra resultante do incentivo federativo. Um novo relvado sintético.

Esta quarta-feira, coube ao Quintajense FC mostrar a concretização de um conjunto de requalificações tidas como obras das mais significativas da história do clube.


Eficiência energética vezes três

O projecto do Quintajense FC foi o único, dos cinco clubes da AF Setúbal que viram aprovadas as candidaturas, que não inscreveu a construção de relvados.

A ambição quintajense apontou para a melhoria da eficiência energética das instalações, num projecto que envolveu três áreas de intervenção.

“Este é um passo determinante para a redução da pegada ecológica do Quintajense FC”, começou por assinalar o líder do clube, antes de enumerar as intervenções.

“Foram instalados painéis fotovoltaicos, removida uma área de 480 metros quadrados de placas de fibrocimento substituída por painéis sanduiche revestidos em alumínio e renovado o sistema de iluminação do relvado, agora suportado com oito postes e 34 projectores LED”, identificou Francisco Xavier.

Esta quarta-feira, o presidente quintajense mostrou o resultado de uma das mais importantes obras concretizadas.

Uma ampla requalificação que se estendeu à instalação de chuveiros temporizadores nos renovados balneários. Aliás, refira-se as instalações reservadas aos árbitros foram alargadas, permitindo, a partir de agora, uma adequação privativa a elementos de ambos os géneros.

“Este é o conjunto de obras mais importantes promovidas no seio do clube desde a construção do relvado sintético no Campo Leonel Martins. Vai permitir reduzir significativamente o consumo de energia e de água, que serão espelhados no decréscimo dos custos mensais”, destacou o dirigente. 

  
Investimento de mais de 50 mil euros

O apoio concedido pela FPF para a o projecto cifrou-se em 33. 601 euros. Um valor que ficava aquém do orçamento previsto, pelo que o clube teve de procurar outros suportes para ver concretizadas as obras, que feitas as contas ascenderam a cerca de 54 mil euros.

“Não podíamos desperdiçar a oportunidade do incentivo da FPF e tivemos na Câmara Municipal de Palmela um parceiro fundamental que nos permitiu levar por diante esta ambição”, registou Francisco Xavier.

Refira-se que na inauguração dos novos equipamentos, evento realizado esta quarta-feira, à noite, além do presidente da Direcção do Quintajense, Francisco Xavier, marcaram presença o edil palmelense, Álvaro Amaro, o presidente da Direcção da AF Setúbal, Francisco Cardoso, e o director da FPF, Rui Manhoso.

Fonte: AFS

Share on Google Plus