1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» GRANDOLENSE 2 BARREIRENSE 2

Grandolense marcou golo do empate aos 88 minutos...


BARREIRENSE ANDOU SEMPRE NA FRENTE DO MARCADOR


O jogo Grandolense - Barreirense era considerado um dos pratos fortes da jornada porque se defrontavam duas das melhores equipas do campeonato; o Grandolense terceiro classificado da época anterior e o Barreirense que se apresenta como um dos candidatos ao título.

A equipa do Barreiro esteve por duas vezes em vantagem mas os alentejanos, que tiveram que correr atrás do prejuízo, recuperam recuperaram em ambas as ocasiões e o jogo acabou por ficar empatado.

O Barreirense adiantou-se no marcador aos 23 minutos por Moisés mas pouco tempo depois Cajó (30') estabeleceu a igualdade que se manteve até ao intervalo.

Na segunda parte a equipa do Barreiro voltou a colocar-se na frente do marcador com outro golo de Moisés (74') mas já relativamente perto do fim (88') João Monteiro na cobrança de um livre directo fez o segundo golo do Grandolense, tendo o jogo terminado com um empate a duas bolas.

Moisés, com os dois golos que marcou, acabou por ser a grande figura do encontro.

De salientar também o facto do Barreirense ter terminado o jogo em inferioridade numérica, por expulsão de Bulhão, pela falta que cometeu no lance que deu origem ao segundo golo do adversário. 

Na próxima jornada o Grandolense desloca-se ao Estádio da Medideira para defrontar o Amora e o Barreirense recebe o Almada, na Verderena.




A OPINIÃO DOS TREINADORES...


ANTÓNIO GOMES, treinador do Grandolense:


"O empate talvez se aceite porque foi um jogo muito eqilibrado"




Para ouvir as declarações do treinador do Grandolense clique aqui...





PEDRO AMORA, treinador do Barreirense:

“Fizemos uma primeira parte de grande nível”

“Entrámos muito bem no jogo, a praticar bom futebol, conseguindo sempre sair em construção a partir de trás, com boa circulação na procura dos espaços, criando algumas situações de finalização que poderiam ter sido melhor aproveitadas, pressionando alto e a fazer com que a equipa adversária cometesse alguns erros. Fizemos um  golo, fizemos um remate à trave e continuámos com a mesma toada, na tentativa de resolver o jogo. Tivemos sempre mais bola, mais caudal ofensivo mas, o adversário sempre que podia saía para o contra-ataque acabando por aproveitar muito bem um erro defensivo, num lançamento de linha lateral, que acaba por dar um golo algo estranho.

Na segunda parte, apesar de termos tido sempre o sinal mais, o  jogo acabou por ser mais equilibrado. Não conseguimos manter a intensidade de jogo que tivemos na primeira, ainda assim chegámos novamente à vantagem, conseguimos ir gerindo as iniciativas do adversário, até que muito perto do fim aparece uma falta à entrada da área, uma expulsão e um grande golo do Monteiro na cobrança do livre.

Não sendo o resultado que merecíamos, nem o que procurámos, e não nos esquecendo que tivemos  na 5.ª feira um jogo desgastante, penso que fizemos um excelente jogo, num campo sempre muito difícil, contra uma excelente equipa, que ainda por cima teve mais tempo de preparação e descanso, uma vez que não jogou na 5.ª feira.

Por tudo isto, só posso estar muito satisfeito com todo o plantel e aproveitar para  dar os parabéns, publicamente, aos jogadores, não só por este jogo mas também,  pela entrega e empenho com que têm encarado tudo o que é pedido, desde o primeiro dia de trabalho.

Resta me apenas desejar um bom campeonato a todos os intervenientes, com a esperança que os critérios aplicados serão iguais para todos, num campeonato que se avizinha muito disputado”



Share on Google Plus