BARREIRENSE»» Comunicado sobre o jogo com o V. Gama

Clube esclarece a sua posição…

“LAMENTAMOS PROFUNDAMENTE A TENTATIVA DE CONTRA-INFORMAÇÃO RELATIVAMENTE AOS FACTOS QUE ORIGINARAM O ADIAMENTO DO JOGO”


A Direcção do Futebol Clube Barreirense com o objectivo de esclarecer e elucidar os seus sócios e adeptos relativamente aos motivos que levaram à não realização do jogo referente à 5ªJornada do Campeonato Distrital de Seniores da Associação de Futebol de Setúbal, entre o Vasco da Gama de Sines e o Futebol Clube Barreirense, informa:

• A decisão da não realização do encontro foi da exclusiva responsabilidade do Sr. árbitro do encontro, justificada com o facto da altura de uma das balizas do Estádio Municipal de Sines ser inferior em 13 e 14 centímetros (dependendo do local da medição), relativamente à altura regulamentar;

• Desde que se colocou a hipótese da não realização do encontro por parte do Sr.º árbitro, a atitude do Futebol Clube Barreirense foi sempre a de demonstrar junto da equipa de arbitragem a sua total disponibilidade e vontade para que a realização do jogo fosse uma realidade, argumentando com o facto de o calendário estar muito preenchido, as despesas inerentes a uma deslocação que é a mais distante do campeonato, quer para o clube quer para os inúmeros sócios e adeptos que se deslocaram desde o Barreiro até Sines;


• Lamentamos profundamente a tentativa de contra-informação relativamente aos factos que originaram o adiamento do jogo, não se revendo o Futebol Clube Barreirense em nenhuma atitude que tivesse inviabilizado a sua realização, tendo inclusive efectuado desde o início do processo diversas tentativas para que o mesmo tivesse lugar;

• Lamentamos profundamente a não realização do jogo; não nos parece que tenhamos responsabilidade na anomalia detectada e convictos que tudo fizemos para que a realização do encontro tivesse sido uma realidade, não só porque acreditamos que a competência do nosso grupo de trabalho nos permite aspirar a ganhar em campo os diversos jogos do campeonato, respeitando sempre os nossos adversários, mas também porque sempre tivemos a plena consciência do esforço que os nossos sócios e simpatizantes fizeram para nos acompanhar até Sines;

• Terminamos lamentando a tentativa de nos responsabilizar por factos e tomadas de posição que não correspondem à verdade.

Share on Google Plus