CHARNECA DE CAPARICA»» Presidente indignado por declarações do técnico do Sesimbra

José Manuel Santos contra-ataca… 

“VOCÊ COLOCA A MINHA DIGNIDADE EM CAUSA, A DA NOSSA INTITUIÇÃO, ASSIM COMO A ARBITRAGEM PARA JUSTIFICAR O SEU INSUCESSO”

O Charneca de Caparica, em documento enviado para a nossa redacção, mostra-se indignado com as declaraçõe proferidas por Álvaro Mendes, treinador do Sesimbra, no final do encontro disputado entre as duas equipas no passado domingo.

Foi este o documento que José Manuel Santos, presidente do Charneca de Caparica Futebol Clube, nos fez chegar:


“Em primeiro lugar falo do jogo e da arbitragem. O Charneca foi foi um justo vencedor  a vitoria foi inequivoca e totalmente merecida, quem assistiu pode comprovar. A arbitragem cometeu alguns erros para ambos os lados, normal em quase todos os jogos, mas quem ouve estas declarações pensará que não foi assim, ou não vimos o mesmo jogo?

Em relação ás declarações do tecnico Alvaro Mendes, não correspondem á verdade, começando pelas minhas palavras, no final do jogo dirigi-me a ele, para o comprimentar e ele diz-me “fomos roubados”… e eu disse-lhe que se o árbitro foi tendencioso para o Charneca não assinalou uma grande penalidade contra o Sesimbra (no meu ver) e mostrou o cartão amarelo ao nosso jogador, ele começou a falar alto e diz (?) “estão a ver até o presidente do Charneca diz que fomos roubados” eu chamei-o á atenção na hora  que não foi isso que disse, e depois vem  com estas declaraçõe, as quais são graves, onde diz que isto estava premeditado, que o arbitro treinou num campo de um clube envolvido (só poderá ter sido em Sesimbra pois aqui não o vi) e afirma que os arbitros não estavam em condições. 

Afirma também que se passou algo ao intervalo, e por alguns comentarios que li, indicam que eu fui á cabine dos árbitros, o que é perfeitamente ridiculo e falso, espero que o observador e as autoridades presentes tenham registado, para resolvermos no sitio certo. Quando fala do anti-jogo (esse mesmo) começou logo após o 0-1, os nossos adversarios a cairem constantemente, como lhes é caracteristico, só que as coisas modificaram-se aos 2-1, e ai não gostaram.


Caiu a mascara Mister Alvaro, não esqueça que todos temos familia, qual seria a minha cara enfrentar os meus filhos e a minha familia, sabendo que eles que eu estaria envolvido em situações menos licitas? Você coloca a minha dignidade em causa, a da nossa Intituição, assim como a arbitragem para justificar o seu insucesso, não vá por esse caminho, fica-lhe mal.

O Sesimbra é um clube digno e historico no nossa Distrito, o qual nos merece todo o respeito onde o Charneca ainda está longe de alcançar esse patamar, actualmente batemo-mos de igual para igual e realço que nos ultimos nove confrontos o Charneca venceu seis e empatou um, portanto já é normal ganharmos,  não posso estar de acordo com alguns responsaveis dessa grande Instituição, pois a sua postura e comportamento contribui para a maior parte das quesilias entre os jogadores e a massa associativa de ambos os lados.

Espero que os responsaveis maximos do futebol estejam atentos.
O Charneca é um clube de gente séria e honesta, um clube em crescimento e, (sem ironia) é dos clubes mais representativos do Distrito, só queremos que nos respeitem, tal como nós respeitamos todos.
Existem pessoas que não deveriam andar no futebol, deveriam ser banidos , pois não respeitam quem trabalha gratuitamente (sim grátis) em prol de uma causa que é a formação de jovens atletas.

Bem hajam e Festas Felizes a todos”.

Confira aqui as declarações de Álvaro Mendes



Share on Google Plus