FUTEBOL FEMININO»» AMORA 4 ATLÉTICO 1

Vitória, indiscutível, deixa equipa em 4.º lugar no final da primeira volta...

AMORA CONTINUA A ACREDITAR QUE É POSSIVEL ALCANÇAR O OBJECTIVO

A equipa de futebol feminino do Amora, que se encontra a disputar o Campeonato Nacional de Promoção, recebeu e venceu o Atlético Clube de Portugal por 4-1, em jogo realizado no campo n.º 2 da Medideira, que terminou com ambas as equipas reduzidas a 10 unidades por motivos de ordem disciplinar.

A vitória da equipa amorense não merece qualquer tipo de contestação porque foi efectivamente superior ao seu adversário, em todas as vertentes.
O Amora, que entrou bem no jogo, adiantou-se no marcador aos três minutos e aos 23 ganhava já por 2-0, com dois golos de Flávia que apareceu à boca da baliza a empurrar na primeira situação e depois a cabecear com êxito, após livre cobrado do lado direito do seu ataque.


O Atlético, que vinha desenvolvendo também alguns lances de ataque, aos 28 minutos reduziu para 2-1 na cobrança de um livre directo mas a resposta do Amora não demorou e cinco minutos depois Susu, com um golpe de cabeça, na sequência de um lance de bola parada fixou o resultado da primeira parte (3-1).

No início da segunda parte, a jogar contra o vento, que aumentou de intensidade, o Amora sentiu alguma dificuldade mas conseguiu dar a volta à situação com Lili a disparar um forte remate ao poste e pouco depois (64’) Rafa a fazer um chapéu à guarda-redes do Atlético que resultou no último golo do encontro.


Apesar do desnível registado no marcador as alcantarenses nunca baixaram os braços e foram sempre lutando pelo melhor resultado possível, o jogo tornou-se um pouco quezilento e teve algumas picardias que culminaram com as expulsões de Cátia Sousa (Atlético) e Carla Cardoso (Amora).

Na classificação o Amora segue em 4.º lugar com 18 pontos contra 19 do Palmelense, 22 do Castrense e 24 do Guia que lidera a competição.

No próximo domingo o Amora volta a jogar em casa desta vez com o Sintrense no arranque da segunda volta.


A OPINIÃO DO TREINADOR…

Rui Lourenço, treinador do Amora:

“Uma equipa que quer ir para a liga das melhores tem que saber lidar com a pressão”

“Esperava-se um jogo complicado mas conseguimos dar a volta à situação. Marcámos dois golos cedo e poderíamos ter marcado mais, depois sofremos o golo do adversário, trememos um bocadinho mas lá nos reequilibrámos e fomos para o intervalo a ganhar por 3-1”.

“Na segunda parte o vento acentuou-se e nos primeiros 15 minutos sentimos grandes dificuldades mas acabámos por fazer o 4-1 e a partir daí começámos novamente a tomar conta do jogo. Penso que o resultado não deixa qualquer tipo de dúvidas, a nossa vitória foi inteiramente justa”.

“Vamos continuar a nossa caminhada que passa pela subida de divisão mas para isso temos que alcançar no mínimo o segundo lugar. Só assim podermos lutar pelo objectivo”.

“A nossa série é a mais complicada de todas e a nossa margem de manobra é curta. Por isso, para nós cada jogo vai ser uma final. Uma equipa que quer ir para a liga das melhores tem que saber lidar com a pressão”.   

Share on Google Plus