II LIGA»» C. PIEDADE 2 ACADÉMICA 1

Foi o sétimo jogo consecutivo sem perder…

BALLACK DECIDIU COM GRANDE GOLO MARCADO PERTO DO FIM

Uma grande jogada de Ballack, aos 87 minutos, ditou hoje o sucesso do Cova da Piedade sobre a Académica de Coimbra por 2-1, em embate da 18.ª jornada da II Liga de futebol.

Foi o sétimo jogo consecutivo do Cova da Piedade sem conhecer o travo da derrota, ou seja, desde que o novo treinador, Bruno Ribeiro, assumiu o comando técnico da equipa.

Este resultado permitiu ao Cova da Piedade ascender à 12.ª posição, cinco pontos acima da zona da despromoção, enquanto a Académica falhou a oportunidade de subir ao segundo lugar, ocupando o quarto.

As primeiras hipóteses de golo ocorreram aos oito e dez minutos de jogo. Primeiro para a Académica, através de um cruzamento, na direita, do lateral Mike Moura para forte cabeceamento de Djoussé, com boa intervenção do guarda-redes piedense Pedro Alves.

Dois minutos depois foi a vez de a equipa anfitriã provocar o perigo. O extremo Dieguinho cruzou rasteiro e ligeiramente atrasado para o remate pronto de Paulo Tavares, com a bola a sair junto ao poste direito da baliza da 'briosa'.

Aos 16 minutos, o ponta de lança Cleo ganhou uma bola a meio-campo e serviu primorosamente Dieguinho, o qual, embalado na esquerda, avançou para a baliza conimbricense e 'disparou' frouxo e ligeiramente ao lado.

A turma de Coimbra inaugurou a contagem, aos 29 minutos, pelo defesa central João Real, que, de cabeça, surgiu ao segundo poste a dar a melhor sequência a um canto apontado na direita por Chiquinho.

A Académica teve pouco tempo para festejar, pois o Cova da Piedade empatou aos 34 minutos. Falta cometida por João Real sobre Cleo dentro da área, com o mesmo jogador a converter a respectiva grande penalidade.

Bruno Ribeiro, técnico do Cova da Piedade, não se mostrou resignado com o empate e lançou em campo os avançados Liu e Hugo Firmino para os lugares de Paulo Tavares e Dieguinho.

O embate manteve-se aberto, com o jogo bem repartido e equilibrado. E o 'suspense' acabou, com o fantástico golo de Ballack, aos 87 minutos. O extremo cabo-verdiano recebeu uma bola do lado esquerdo, correu velozmente para a área, flectiu para o meio e rematou de forma imparável para o fundo da baliza.

O resultado final já não se desfez, apesar de o guarda-redes da Académica, Ricardo Ribeiro, ter falhado o empate já em período de compensação na sequência de um pontapé de canto.



FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio da Madeira, no Funchal.
ÁRBITRO: João Capela (Lisboa), auxiliado por Nuno Pereira e Paulo Brás. 4.º Árbitro: Bruno Jesus

COVA DA PIEDADE: Pedro Alves; Michael da Silva, Willyan, Daniel Almeida, Evaldo; Soares (Sori Mané, 81’), Robson, Paulo Tavares (Yuhao Liu 59’); Ballack, Dieguinho (Hugo Firmino, 69’) e Cleo.
Suplentes não utilizados: Francesco Anacoura, Rui Sampaio, Adilson e Pedro Carneiro.
Treinador: Bruno Ribeiro.

ACADÉMICA: Ricardo Ribeiro; Mike Moura, João Real, Zé Castro, Nélson Pedroso; Ricardo Dias, Chiquinho, Ricardo Guima (Zé Tiago, 81’); Luisinho (Diogo Ribeiro, 85’), Marinho (Harramiz, 65’) e Donald Djoussé.
Suplentes não utilizados: Guilherme Oliveira, Mun Ki, Yuri Matias, e Tozé Marreco.
Treinador: Ricardo Soares.

Ao intervalo: 1-1

Marcadores: 0-1, João Real (29’); 1-1, Cleo (34’) gp; 2-1, Ballack (87’)

Acção disciplinar: cartão amarelo para Willyan (27 minutos), Ricardo Guima (30), João Real (33) e Paulo Tavares (40).

Share on Google Plus