JUVENIS»» Seixal recebe Arrentela no Estádio do Bravo

Jogo está a gerar grande expectativa devido ao excelente campeonato que ambos estão a fazer...

TREINADORES PERSPECTIVAM ENCONTRO EM JEITO DE ANTEVISÃO

O Estádio do Bravo vai ser palco no próximo domingo, às 15 horas, de um jogo de futebol que está a ser aguardado com grande expectativa.

Frente a frente vão estar Seixal e Arrentela os dois primeiros classificados da Série A  do Campeonato Distrital de Juvenis da 3.ª Divisão.

A derrota (3-1) sofrida pelo Seixal, na última jornada com o Marítimo Rosarense, deixou o Arrentela [que goleou o Sp. Vinhense, por 11-0], no primeiro lugar.

E é exactamente com as equipas separadas  por apenas um ponto que vai decorrer o dérbi.

Resta acrescentar que o Arrentela nos 9 jogos realizados conta com oito vitórias e um empate e os seixalenses com oito vitórias e uma derrota; ou seja, têm ambos um percurso muito idênticos na competição.

Devido à importância do encontro e à expectativa que o mesmo está a gerar junto dos adeptos das duas equipas o Jornal de Desporto resolveu falar com os dois treinadores a quem colocou três questões, em jeito de antevisão.


Que haja fair play dentro e fora do campo

Paulo Bicho, treinador do Seixal diz que "As perspectivas de todo o grupo de trabalho é que vai ser um jogo muito equilibrado, onde vamos ter que trabalhar muito, manter os níveis de concentração sempre elevados, entrar dentro de campo respeitando o adversário com muita humildade mas conscientes do nosso valor e entrar para ganhar".

O treinador do Arrentela, André Branco, por sua vez está à espera de "um jogo bastante emotivo, com duas boas equipas. Sendo um derbi do concelho, na disputa do primeiro lugar, é esperado com alguma ansiedade. Desejo, no entanto, que exista fair play dentro e fora do campo".


Ambas as equipas querem ganhar

O Seixal estava em 1.º lugar mas com a derrota sofrida na jornada anterior baixou para segundo, mas Paulo Bicho desvaloriza a situação.

"A derrota do passado fim-de-semana não estava no nosso pensamento, mas aconteceu, não vale a pena desculpar com o árbitro. Vamos levantar a cabeça, entrarmos fortes no domingo e voltar ao lugar que tínhamos, vencendo o jogo", disse.

O Arrentela aproveitou o facto dos seixalenses terem perdido para ascender ao primeiro lugar da tabela classsificativa mas André Branco recusa entrar em euforias.

"O objectivo definido no início da época foi passar a primeira fase e só depois lutar pela subida de divisao mas se conseguirmos, passar em primeiro lugar melhor. Trabalhamos todas as semanas com o intuito de chegar ao fim-de-semana e vencer".


Subida de divisão está no horizonte dos dois

Quanto aos objectivos para esta época os técnicos são unânimes, querem ambos subir de divisão.

Paulo Bicho adiantou ao nosso jornal que "o primeiro objectivo é ir à fase de apuramento para a subida e esse foi o objectivo de todo o grupo de trabalho assumido sem medos no primeiro dia de trabalho. É um grande grupo de trabalho que aqui está, grandes homens de amanhã que tiveram coragem de responder sem pensar, queremos subir".

Para André Branco, treinador do Arrentela, "o objectivo é o mesmo do ano anterior, a subida de divisao. Só assim faria sentido dar continuidade ao projecto. No final da época tivemos alguns jogadores que foram convidados para jogar em divisões superiores, mas o grupo manteve-se unido com o objectivo de subir novamente de divisao. No entanto, a equipa é toda de primeiro ano e isso poderá vir a pesar nas contas finais".

Share on Google Plus