LUÍS GASPAR»» O melhor marcador da 2.ª Divisão em entrevista

Avançado do Brejos de Azeitão está em grande momento de forma…

“QUEREMOS ATINGIR OS OBJECTIVOS E FAZER HISTÓRIA NESTE CLUBE”

Luís Gaspar, de 22 anos, avançado do Brejos de Azeitão é, neste momento, o melhor marcador do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão da Associação de Futebol de Setúbal, na categoria de seniores.

Luís Gaspar marcou 12 golos nas 10 jornadas até agora realizadas, com a particularidade de ter feito bis em seis delas, um facto digno de registo, sem dúvida, só ao alcance dos melhores.

O jogador que se tem vindo a destacar na equipa, em entrevista ao nosso jornal, falou do seu bom momento de forma, da união de grupo que existe no seio do grupo e dos objectivos para esta época de 2017/2018 tanto a nível pessoal como colectivo.


“Quando as coisas correm bem à equipa, os jogadores dão mais nas vistas”
   
Neste momento és o melhor marcador do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão. Isso quer dizer que a época está a correr bem, tanto a nível individual como colectivo…
Sim tem estado a correr bem nesses dois níveis que a meu ver não deixam de estar interligados. O meu trabalho durante a semana, assim como de todos os meus colegas, é feito em prol do grupo e da equipa, e quando estás numa equipa em que todos trabalham para o mesmo, as probabilidades de as coisas correrem bem são maiores. Quando as coisas correm bem à equipa, os jogadores dão mais nas vistas. 



“Vou continuar a trabalhar para que o "pé não arrefeça"

Ultimamente tem andado com o pé quente. Ou seja, tens vindo a marcar de forma consecutiva há três jornadas. É para continuar assim?
Sim, é esse o meu desejo. As coisas têm estado a correr cada vez melhor e a prova disso foram os últimos jogos. Claro que é para continuar, o objectivo é trabalhar sempre para ajudar a equipa e até agora tenho conseguido fazê-lo quer pelos golos, quer por assistências, mas isso é apenas uma parte do jogo. Vou continuar a trabalhar para que o "pé não arrefeça".


“Estou bem fisicamente e confiante tal como toda a equipa”

Consideras esta a tua melhor época de sempre enquanto jogador de futebol?
Ainda é cedo para falar de melhor época porque ainda faltam disputar muitos jogos. A minha maior preocupação, tendo em conta o meu histórico das recentes temporadas, é para poder ajudar o grupo da melhor maneira possível. Mas se falarmos de começo de temporada sim, é a melhor de sempre, não só pelos números, mas pelo que faço e como me sinto em campo. Estou bem fisicamente e confiante tal como toda a equipa.


“O meu foco está em ajudar a equipa a atingir os objectivos”

Gostarias de chegar ao fim do campeonato com o título de melhor marcador ou isso é irrelevante para ti?
Acho que um jogador que se encontre na posição onde me encontro se respondesse que não, estaria a mentir. Sim é um objectivo pessoal, desde o início da época mas quanto mais o tempo passa mais parece possível. Mas, como já disse, ainda há muito para jogar e não se trata de um objectivo primário. O meu foco está em ajudar a equipa a atingir os seus objectivos, se no final, contas feitas, estiver também no topo da tabela dos marcadores, obviamente que vai ser muito bom.



O desejo e a ambição


Sendo um jogador ainda jovem e com a apetência especial para marcar golos, nos teus anseios não está o desejo de poderes vir a ingressar num clube de maior dimensão?  
O sonho está cá, bem vivo, mas sei que não é fácil. Sempre trabalhei para ter uma oportunidade, e para que quando aparecer, esteja pronto, esse trabalho continua mas não com isso em mente. Se é um desejo, sim, uma ambição até, mas neste momento sou jogador da 2.ª divisão distrital e o meu foco está no CCDBA.




“Futebol atractivo para quem vê e para quem joga”

O Brejos de Azeitão está a fazer uma excelente temporada, os vossos objectivos passam pela subida de divisão?
Sim, as coisas têm estado a correr bem não apenas em termos de resultados mas também noutros aspectos. Somos uma equipa um pouco diferente das outras porque jogamos um futebol atractivo para quem vê e também para quem o joga. O nosso primeiro objectivo é passar à segunda fase e esse está já muito perto. Depois, a partir daí, estando presente na segunda fase, vai ser outra guerra. Se neste momento não há jogos fáceis, aí muito menos, seja quais forem as oito equipas presentes. Vai certamente ser uma fase muito disputada mas não nos escondemos, todo o grupo sabe que a partir daí o foco está nos lugares cimeiros, o trabalho feito é para isso. Todo o grupo, jogadores, equipa técnica e direcção sabe, está focada e trabalha para isso, a união do grupo é fantástica, temos uma excelente equipa técnica, tanto a nível pessoal como técnico propriamente dito, a direcção está com a equipa e todos temos os pés bem assentes no chão e o foco bem definido. O objectivo passa por ganhar sempre o próximo jogo e é esse sempre o jogo mais importante. Sonhamos no fim atingir os objectivos e fazer história neste clube, até lá há muito trabalho a fazer

Para além do que já foi dito tens mais alguma coisa que queiras acrescentar?
Apenas uma palavra de apreço, agradecer a oportunidade e congratular o trabalho feito no seguimento não só do campeonato onde estou inserido mas também em grande parte do desporto a nível distrital.

Share on Google Plus