II LIGA»» U. MADEIRA 1 C. PIEDADE 0

Foi a primeira derrota desde que Bruno Ribeiro tomou conta da equipa…

PIEDENSES VIRAM INTERROMPIDA UMA SÉRIE DE SETE JOGOS CONSECUTIVOS SEM PERDER


Um golo de Betinho permitiu hoje ao União da Madeira vencer o Cova da Piedade 1-0, em jogo da 19.ª jornada da II Liga de futebol, disputado no estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava.

Numa partida entre duas equipas da parte inferior da tabela classificativa, uma finalização de qualidade de Betinho, aos 82 minutos, propiciou uma importante vitória à equipa madeirense.

A primeira parte foi disputada com entrega, mas com poucos motivos de interesse, tendo os madeirenses sido os primeiros a criar perigo, à passagem dos oito minutos, num remate espontâneo de Júnior Sena, que saiu ao lado.

Os minutos mais vibrantes da etapa inicial tiveram lugar à passagem da meia hora. Primeiro, num centro de Júnior Sena, a que Luan Santos chegou ligeiramente atrasado e depois num remate do mesmo Júnior Sena, que saiu junto ao poste. Na resposta, Dieguinho rematou ao poste da baliza de José Chastre.

Ainda antes do intervalo, aos 43 minutos, os madeirenses voltaram a criar perigo, num livre cobrado por Júnior Sena, que Pedro Alves defendeu em dificuldades.



Na segunda parte, o União da Madeira manteve o seu ascendente, com o Cova da Piedade a procurar acercar-se do reduto contrário em lances de contra-ataque.

Todavia, a partir dos 60 minutos, o Cova da Piedade subiu mais no terreno e, aos 72 minutos, Hugo Firmino falhou uma soberana ocasião de golo. Aos 77, foi Dieguinho quem proporcionou uma boa intervenção a José Chastre.

Sem soluções na banco para poder alterar o rumo dos acontecimentos, Ricardo Chéu via o Cova da Piedade a dominar claramente o jogo.

Contudo, aos 82 minutos, num rápido desenvolvimento, Flávio Silva assistiu Betinho, que, com classe, bateu Pedro Alves.

O Cova da Piedade procurou reagir, mas o União da Madeira foi uma equipa consistente defensivamente.

Esta derrota do Cova da Piedade foi a primeira sofrida pela equipa desde que Bruno Ribeiro havia tomado conta dela. Para trás ficou uma série de sete jogos consecutivos sem perder, com quatro vitórias e três empates. 

De referir que o C. Piedade foi a equipa que teve mais posse de bola (55% - 45%) mas foi também a menos rematadora (6 remates feitos contra 10 do adversário).

O U. Madeira, a atravessar uma crise bastante acentuada, só se apresentou em campo com 14 jogadores, os 11 iniciais mais três suplentes tendo utilizado apenas dois porque o outro era guarda-redes.



FICHA DO JOGO

Jogo Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava.
ÁRBITRO: Humberto Teixeira (Porto), auxiliado por Rui Amaral e Rui Fernandes. 4.º Árbitro: Valdemar Maia

UNIÃO DA MADEIRA: Chastre; Donato, Allef Nunes, Romário, Laércio; Ciss, Mendy, Tiago Moreira, Flávio Silva (Paulo Vasconcelos, 88’), Júnior e Luan (Betinho, 53’).
Suplentes não utilizados: Nóbrega Pollicer.
Treinador: Ricardo Chéu.

COVA DA PIEDADE: Pedro Alves; Michael da Silva (Thiago Freitas, 90+1’), Daniel Almeida, Willyan, Evaldo; Soares, Robson, Sori Mané (Cleo, 45’); Ballack, Dieguinho e Liu (Hugo Firmino, 65’).
Suplentes não utilizados: Francesco Anacoura, Wang, Adilson, Paulo Tavares.
Treinador: Bruno Ribeiro.

Ao intervalo: 0-0

Marcadores: 1-0, Betinho (82’).

Acção disciplinar: cartão amarelo para Soares (39’), Michael da Silva (44), Júnior (74’) e Laércio (86’).



Share on Google Plus