BARREIRENSE»» Pedro Amora comenta jogo de Palmela





Resultado justo pelo que se passou nas duas partes…

“A PARTIR DO GOLO DO EMPATE A EQUIPA NUNCA MAIS SE ENCONTROU”

"Sabíamos das dificuldades que iríamos encontrar, num campo onde várias equipas, incluindo o 1.º classificado, já haviam perdido pontos.

Uma equipa jovem que joga a partir da primeira fase de construção, logo teríamos que fazer uma pressão alta na tentativa de forçar o erro, o que de facto aconteceu, com cerca de 15 minutos de jogo conseguimos roubar alto e fazer o golo.

Continuámos com a mesma postura e conseguimos criar várias situações, onde deveríamos ter definido melhor para matar o jogo.

A única oportunidade que o Palmela criou durante a primeira parte, foi num lance em que o nosso jogador escorregou, justificando a vitória ao intervalo.


Na segunda parte teríamos que definir melhor as saídas para tentar matar o jogo. Até ao golo do empate o jogo foi equilibrado e controlado por nós sem grandes problemas.

A partir do golo penso que a equipa nunca mais se encontrou, cometeu vários erros defensivos que deram dois golos mas poderiam ter dado mais para a equipa do  Palmelense.

Jogando muito mais com o coração do que com a cabeça, acabámos por fazer o golo do empate, que quanto a mim acaba por ser justo, face ao que se passou nas duas partes”.

Share on Google Plus