JUVENTUDE SARILHENSE»» Uma equipa que só sabe ganhar


Sérgio Rocha, director desportivo, diz que o sucesso se deve ao trabalho realizado por todos…

CLUBE JÁ GARANTIU PRESENÇA NO NACIONAL, NA FINAL DISTRITAL E ESTÁ AGORA COM UM PÉ NA FINAL DA TAÇA

A Juventude Sarilhense está a ser um caso sério no futebol que se pratica a nível da Fundação Inatel.

Inserida na Série A do Campeonato Distrital de Setúbal a equipa orientada por Ricky Nelson está isolada no primeiro lugar com 13 pontos de vantagem sobre o segundo classificado [Valdera] numa altura em que faltam disputar apenas duas jornadas.

Quer isto dizer que o 1.º lugar desde à muito que está garantido mas relevante é também o facto de a equipa ter ganho todos os jogos até agora disputados, 16 para o campeonato e três para a taça, com um total de 69 golos marcados e apenas 9 sofridos.

A qualidade do plantel está bem patente nos resultados obtidos e isso é motivo de grande satisfação por parte de toda a gente agregada ao clube que está efectivamente a passar por um bom momento.

O trabalho desenvolvido merece ser amplamente divulgado por se tratar de um caso de sucesso. E é exactamente isso que estamos a fazer neste momento em colaboração com Sérgio Rocha, director desportivo do clube, que se prontificou de imediato a falar daquilo que tem sido esta época desportiva.


“Não podemos negar que temos muita qualidade nesta equipa”

A Juventude Sarilhense está a realizar uma época notável. A que se deve este sucesso?
De facto a Juventude tem feito uma época notável até ao momento. O sucesso disso deve ao trabalho realizado por todos neste clube desde das pessoas que tratam do campo ao roupeiro, passando pelos jogadores, equipa técnica e direcção. Só assim se pode atingir os objectivos, um trabalho notável de todos.

A primeira fase do campeonato está muito próximo do fim e a equipa conta por vitórias todos os jogos disputados. Pergunta-se, é a Juventude Sarilhense que está muito forte ou os adversários mais fracos?
Não podemos negar que temos muita qualidade nesta equipa com jogadores ao nível de 1.ª e 2.ª divisão distrital e isso ajuda qualquer treinador mas temos também de dizer que existem boas equipas no campeonato que só têm valorizado o trabalho que temos feito.

Para além do campeonato também na taça a equipa tem estado muito bem é já está com um pé na final…
Sim, já temos garantida presença na final distrital e consequentemente a presença no nacional mas queremos também garantir presença na final da taça. Estamos bem encaminhados para garantir essa presença também mas falta um jogo que ainda vamos jogar, respeitando sempre o adversário, mas queremos lá estar.


“Queremos ser felizes no final da época”

Quais são concretamente os objectivos do clube para esta temporada?
Os objectivos desta equipa desde o início da época passa por vencer o próximo jogo e visto que se aproximam as grandes decisões vamos para todos os jogos para ganhar seja em que campo for, respeitando sempre todos os adversários, mas os números desta equipa falam por si: no campeonato 16 jogos, 16 vitórias, 56 golos marcados e 7 sofridos; na taça, 3 jogos, 3 vitórias, 13 golos marcados e 2 sofridos. Queremos ser felizes no final da época.

Para além do valor dos jogadores também o trabalho da equipa técnica tem merecido os mais rasgados elogios. Isso quer dizer que foi boa a aposta feita em Ricky Nelson?
A aposta em Ricky Nelson foi a melhor que poderíamos ter tido. É um treinador vencedor que prepara as suas equipas para vencer, só quem o acompanha pode dizer que o trabalho é feito com a paixão que mete no seu trabalho. Tem uma qualidade tremenda. Eu conhecia o Ricky, sabia as suas qualidades como pessoa, mas nunca tínhamos trabalhado juntos, apesar de nos termos defrontado algumas vezes. Agora que trabalho de perto com ele posso garantir que é um grande treinador e que no futuro ainda vai ser melhor.

 

“A qualidade do trabalho do mister Ricky fala por si”

Tanto quanto sabemos o treinador tem vindo a ser contactado por outros clubes. A Juventude Sarilhense está naturalmente a par da situação?
Muito sinceramente, era com estranheza se não surgissem convites. A qualidade do trabalho do mister Ricky fala por si, ganhou em todos os clubes por onde passou, é um treinador jovem, tem ambição e como acontece com todos os treinadores também ele quer chegar mais alto. No Juventude vemos isso com naturalidade.

Como é que a massa associativa está a viver o momento?
A massa associativa está com a equipa e tem sido incansável no apoio tanto em casa como fora. Só temos que agradecer e dizer que tudo faremos para lhes dar uma grande alegria para retribuir todo o apoio que nos tem dado.

Há algo mais que queira acrescentar nesta entrevista?    
Para terminar queria deixar aqui um agradecimento especial ao nosso treinador adjunto André Rouqueiro que recentemente nos deixou por motivos profissionais, o nosso sucesso também se deve a ele. Queria também deixar uma palavra de agradecimento ao nosso fisioterapeuta Orlando Alexandre, que é um grande profissional e por último agradecer-lhe a si a oportunidade de poder dar esta entrevista e enaltecer o grande trabalho que tem feito em prol do futebol distrital.


Share on Google Plus