2.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» MONTE DE CAPARICA 1 BREJOS DE AZEITÃO 0



Brejos sofre segunda derrota consecutiva…

SPENCER DESBLOQUEOU O RESULTADO JÁ RELATIVAMENTE PERTO DO FIM  

O Monte de Caparica venceu o Brejos de Azeitão por uma bola a zero em jogo disputado no Campo Rocha Lobo relativo à 6.ª jornada da fase final do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão.

Um golo marcado por Spencer aos 82 minutos acabou por dar a vitória à equipa do Monte de Caparica que ao longo do encontro dispôs de mais e melhores oportunidades embora o Brejos também tenha tido uma ou outra.

Para o Brejos de Azeitão esta foi a segunda derrota consecutiva que originou a perda do segundo lugar na tabela classificativa e para o Monte de Caparica a segunda vitória seguida que coloca a equipa a apenas três pontos de um dos lugares que dão direito à promoção.


Olhando então para a classificação geral vê-se o Brejos de Azeitão no terceiro lugar com 10 pontos e o Monte de Caparica na quinta posição com nove pontos, os mesmos que Comércio Indústria que ocupa o quarto lugar.

Na próxima jornada o Monte de Caparica desloca-se a Alcácer do Sal para defrontar o Atlético Alcacerense e o Brejos de Azeitão vai receber na Brejoeira a visita do líder, o Cova da Piedade ‘B’.


PAULO VAZ, treinador do Monte de Caparica:

“Foi um jogo ganho na raça e no crer”

"Antes de fazer uma pequena análise ao jogo, de referir que o critério do trio de arbitragem neste jogo poderia ter gerado uma batalha campal porque poupou no mínimo duas expulsões para cada equipa, mas foi coerente mantendo o critério de deixar jogar para os dois lados.

Falando propriamente do jogo, já sabíamos que o Brejos tinha uma equipa muito aguerrida, que era muito forte como equipa, e tem o melhor marcador, um jogador muito acima da média.

Tentámos anular os pontos fortes do adversário, que conseguimos durante praticamente o jogo todo. Eles tiveram apenas uma oportunidade clara de golo no último minuto.

Entrámos bem no jogo e tivemos duas boas oportunidades na 1.ª parte, sendo uma delas salva em cima da linha de golo. Tivemos também mais posse de bola e controlo do jogo até aos 30m, daí até ao intervalo, o Brejos teve mais posse mas sem criar qualquer lance de perigo.

Na segunda parte, voltámos a entrar melhor e, até ao golo, tivemos pelo menos mais duas oportunidades claras, uma delas ao poste.

A vitória assenta bem à nossa equipa e os meus jogadores estão de parabéns porque fizeram um excelente jogo e jogaram sempre muito concentrados, desde o primeiro minuto. Foi um jogo ganho na raça e no crer.

O Brejos tem uma excelente equipa e demonstrou o porquê de estar no lugar onde está.

Em relação ao trio de arbitragem na nossa opinião não estiveram bem, deixaram passar em claro 2 ou 3 agressões para ambas as equipas, mas acabaram por ser coerentes de início ao fim, como falei anteriormente”.

Share on Google Plus