BARREIRENSE»» Pedro Amora analisa jogo da Medideira


Treinador considera que o empate é um resultado mentiroso…

“ORGULHOSO DOS MEUS JOGADORES, MAIS UMA VEZ DEMONSTRÁMOS QUE CARÁCTER, UNIÃO, ESPÍRITO DE GRUPO E COMPROMISSO NÃO SE COMPRA”

"Começo por dizer que todos sabemos que, ao que parece apareceu petróleo na Amora, que (alegadamente) tem a melhor equipa, que têm o plantel mais vasto, que têm a melhor estrutura, que têm tudo melhor... mas têm que provar isso dentro de campo! Não se entende como é que, sendo tudo tão melhor que todos os outros, semana após semana haja sempre uma qualquer polémica com penaltis e afins, isso à partida é de quem não é melhor em nada...

Sabendo estas dificuldades todas e antecipando já algum episódio sui generis, conseguimos entrar bem no jogo e fizemos golo nos primeiros minutos, que acabou por dar alguma tranquilidade a equipa.

Ao Amora, estando a perder, jogando em casa e atendendo ao que disse acima, competia-lhe tentar inverter o resultado. Foi causando algum perigo, principalmente, através de bolas paradas que foram arranjando, e em que o Kevin teve duas boas intervenções mas de facto fomos sempre controlando o jogo.


Uma primeira parte em que a minha equipa esteve muito bem a todos os níveis até que, ao minuto 47, sem que nada justificasse sequer 2 minutos de compensação, aparece o habitual penalti para o Amora caído do céu (já depois de terem tentado pelo menos umas 5 vezes), alterando por completo rumo do jogo e do campeonato a segundos do intervalo.

Na segunda parte, o Amora tem uma situação num desacerto da nossa defensiva logo nos primeiros minutos e a partir daí pegámos no jogo e tivemos 20 minutos instalados em meio campo ofensivo, sem que o Amora conseguisse sair em transição. Temos dois foras de jogo claramente mal tirados, que isolavam os nossos jogadores, reconhecidos no final do jogo mas que de nada valem depois do jogo acabar e os últimos 15 minutos em que de facto o jogo partiu, fruto das alterações e da nossa tentativa de ganhar o jogo.

“Se não fosse o penalti, não tinham feito golo nenhum e tinham perdido”

Em suma um resultado mentiroso uma vez que, não fosse o penalti, não tinham feito golo nenhum e tinham perdido.

Face ao que se passou, mais uma vez, hoje e ao que se tem vindo a ouvir e a ver ao longo de todo o campeonato,  das declarações de todos os treinadores e até presidentes que jogam contra esta equipa, em que todos se queixam das mesmas dualidades de critério, dos penaltis que surgem sempre do nada na altura propícia, das expulsões, dos golos anulados às equipas adversárias, de golos precedidos de faltas, de penaltis perdoados, de expulsões perdoadas, de penaltis mandados repetir quando não entram à primeira, etc, etc, deixo algumas perguntas: 


São todos mentirosos? Lêem todos mal o jogo? Não há nenhum treinador que tenha uma análise correta?

E ainda vou mais longe, de todos os penaltis que o Super Amora tem, e de tantas goleadas, todos os penaltis são o 1-0, o 2-0 ou o 1-1? Nunca há penaltis, supostamente justos, ao 4º ou 5º golo da equipa? Eu diria que é estranho, a partir de um determinado resultado deixam de haver penaltis... 

A contabilidade dos penaltis

Uma vez que tenho todos os jogos gravados, vou deixar aqui um pedido a alguém que se interesse para fazer um estudo imparcial, porque a verdade é que opiniões podemos ter muitas, mas as estatísticas não mentem: : 

No campeonato temos:
- 54 golos marcados e 5 penaltis a nosso favor, sendo que 2 não convertemos; 
- 26 golos sofridos e metade foram de penalti, 
- 8 golos mal anulados e todos com o resultado em 0-0.

O Amora tem 
- 64 golos marcados, 12 de penalti (convertidos, fora os restantes);
- 10 golos sofridos, 1 de penalti. 

Curiosamente, marcámos 2 golos ao Amora, nenhum de penalti, e sofremos 3 golos, 2 de penalti...

Na taça da Associação temos:
- 24 golos marcados, 0 de penalti,
- 7 golos sofridos, 3 de penalti (um 4.º não convertido)


De facto, só posso concluir que a minha equipa contraria tudo o que é normal no futebol, deitando por terra a tese da equipa que mais ataca, tem mais penaltis...

Para terminar,  dar mais uma vez os parabéns a este grupo de trabalho, não só ao plantel sénior mas também a todos os juniores que têm, semana após semana, integrado a convocatória. De facto,  só um  grupo de homens com  grande carácter consegue resistir a tanta contrariedade,  estando nesta altura, na final da Taça da Associação e a 2 pontos de garantir, através do 2º lugar, a participação na Taça de Portugal, o que só pode deixar-me orgulhoso, com a certeza que iremos continuar o nosso caminho, até porque ainda falta 6 jogos e nos últimos 8 jogos oficiais, o Amora empatou 5".



Share on Google Plus