INICIADOS»» BENFICA 3 FC PORTO 0


Na 1.ª parte FC Porto só fez um remate à baliza…

ÁGUIAS VENCEM DE FORMA CATEGÓRICA 

O Benfica derrotou o FC Porto por 3-0, em jogo relativo à 3.ª jornada da fase de apuramento do campeão nacional de iniciados, naquele que foi o primeiro clássico do dia, realizado logo pela manhã no Seixal, que funcionou como aperitivo para o prato forte a ser servido ao final da tarde no Estádio da Luz.

A vitória das águias é inteiramente justa porque foram sempre superiores ao dragão que só mostrou a sua chama nos primeiros minutos da segunda parte.


O Benfica entrou de forma autoritária impondo logo de início o seu jogo ofensivo e aos 5’ criou a primeira oportunidade com Bruno Santos a atirar por cima na sequência de um lance em que o árbitro deu a lei da vantagem, após falta cometida à entrada da área sobre Guilherme Pio.

Seguiram-se outros lances de perigo por Martim Neto (10’) e Guilherme Pio (14’) e só depois o primeiro e único remate efectuado pelo FC Porto em toda a primeira parte com Ricardo Ribeiro, guarda-redes do Benfica, a defender um pontapé cruzado de João Magalhães (16’).

O domínio benfiquista era bastante acentuado e, aos 21’, numa jogada de insistência Guilherme Pio assistiu Bruno Santos para o golo inaugural.

Na 2.ª parte os dragões entraram mais agressivos e aproximaram-se com mais insistência da baliza do Benfica mas sem criarem grande perigo, à excepção de um lance de bola parada (53’) que ainda raspou no ferro.

Com o segundo golo marcado por Guilherme Montoia (58’) o jogo ficou praticamente decidido mas a boa exibição da equipa comandada por Luís Nascimento ainda foi compensada com mais um golo, por João Tomé, que fechou a contagem (65’).

                                                                                     
 Luís Nascimento (Benfica): “Vitória justa obtida num bom jogo muito disputado por duas excelentes equipas. Na 1.ª parte o resultado é muito lisonjeiro para o FC Porto tal foi a qualidade e o volume de jogo ofensivo da nossa equipa. Na 2.ª parte o FC Porto arriscou um pouco mais e criou de início algumas dificuldades mas felizmente conseguimos equilibrar. Depois do segundo golo ficámos mais confiantes e fizemos o terceiro”.


Share on Google Plus