JUVENIS»» BENFICA 1 SPORTING 1


Foi um derbi pouco emotivo...

AMBIENTE SÓ AQUECEU DEPOIS DO PRIMEIRO GOLO

Benfica e Sporting empataram a uma bola no dérbi realizado ontem no Seixal relativo à segunda jornada da fase de apuramento do campeão nacional de juvenis.

O jogo, que teve uma toada morna durante grande parte do tempo, só despertou a partir da altura em que surgiu o primeiro golo do encontro, para o Sporting. A jogar perante o seu público, o Benfica viu-se obrigado a correr atrás do prejuízo e o melhor que conseguiu foi chegar ao empate que premeia a astúcia do leão e penaliza a falta de eficácia das águias.

Na 1.ª parte houve equilíbrio até determinada altura. Depois, o Benfica foi ganhando ascendente, passou a jogar mais tempo no meio campo contrário e teve mais posse de bola mas os lances de maior perigo pertenceram aos leões, sendo de destacar um lance em que Edson Ceita (35’) não conseguiu desfeitear o guarda-redes do Benfica, João Monteiro, depois de se ter isolado.


Na 2.ª parte as águias entraram mais agressivas e aos 49 minutos Tiago Araújo obrigou Diogo Almeida a fazer uma boa defesa. O volume de jogo ofensivo ia sendo cada vez maior e os lances de perigo junto à baliza leonina eram constantes (53, 55 e 58’).

Entretanto, o Sporting que vinha apostando mais na organização defensiva e nas transições, aos 68 minutos, ganhou um livre lateral e colocou-se em vantagem, com um golo marcado por Carlos Silva.

O Benfica, já com Umaro Embaló em campo, acelerou o ritmo do jogo e acabou por chegar à igualdade numa grande penalidade convertida por Alexandre Penetra (75’), tendo desperdiçado já na compensação um lance de baliza aberta que lhe poderia ter dado a vitória.


Share on Google Plus