TRAFARIA»» Excelente exemplo da forma como se deve estar no desporto


Por respeito ao adversário…

ADVERSÁRIO SÓ TINHA OITO JOGADORES E O TREINADOR DO TRAFARIA DECIDIU QUE A SUA EQUIPA ENTRASSE EM CAMPO COM O MESMO NÚMERO DE ATLETAS    

No Campo Pepita, tudo estava preparado para a recepção do Trafaria ao Cruzamento de Pegões, jogo relativo a mais uma jornada da 2.ª fase do Torneio Complementar de Iniciados da 3.ª Divisão da AF Setúbal.

A equipa adversária chegou apenas com oito jogadores e Fábio Galo, treinador do Trafaria decidiu de imediato que a sua equipa iria entrar em campo com o mesmo número de jogadores por uma questão de princípios.

A ideia foi transmitida aos outros elementos da equipa técnica e aos jogadores que aceitaram de imediato a decisão e isso deixou também o treinador bastante orgulhoso porque é sinal que todos percebem qual o caminho certo que devem seguir. Primeiro formar e depois se possível vencer.  

O resultado final foi de 13-0 favorável ao Trafaria mas isso não foi o mais importante porque há outros valores a defender. De qualquer forma, fica também essa informação.

Por se tratar de uma atitude exemplar que merece ser divulgada para que todos possam tomar conhecimento dela, o Jornal de Desporto, falou com Fábio Galo que explicou ao pormenor o que na realidade aconteceu. 


“O resultado não é o mais importante, mas sim a forma como a ele chegamos”

“Antes de entrar para aquecimento recebi indicação por parte do meu adjunto que o adversário apenas tinha 8 jogadores. Tomei a decisão imediata de jogar apenas com o mesmo número de jogadores.

Apesar de se tratar de uma segunda fase, o resultado não é o mais importante, mas sim a forma como chegamos ao resultado que pretendemos. Passei essa mensagem aos meus jogadores e equipa técnica, e senti logo da parte deles que era também o caminho que eles queriam seguir.

Passo a época inteira a transmitir valores e princípios às minhas equipas e acho que não faria sentido hoje, ter tomado outra decisão que não esta.
Do outro lado tivemos uma equipa séria, que apesar das dificuldades veio dar a cara, em vez de terem perdido por falta de comparência, para mim isso também é de louvar". 


Massagista socorre jogador adversário

Quero também realçar que no decorrer do jogo, após um lance muito complicado, um jogador sofreu um traumatismo no crânio e face, o massagista (David Santos Vieira) da nossa equipa, que por sinal na semana anterior nos deu na sede do CF Trafaria um workshop de suporte básico de vida, socorreu de imediato o atleta da equipa adversária, juntamente com o meu colega Luís Viegas, que por sinal também esteve no workshop de SBV e foi uma preciosa ajuda até à chegada da ambulância.


“Se fosse nos seniores tomaria a mesma decisão”

No fundo, foi um jogo fora do comum, mas onde, acima de tudo, houve muito respeito pelas três equipas em campo.

Esta época fui o treinador da equipa sénior do CF Trafaria, e apesar de ser uma realidade diferente, em que os 3 pontos têm outro relevo, tomaria exactamente a mesma decisão, por se tratar dos meus princípios”.

Share on Google Plus