AMORA»» Jogadores e adeptos fizeram a festa na Medideira


Troféu foi entregue no final do jogo pelo presidente da AF Setúbal

AMORA FESTEJOU TÍTULO DE CAMPEÃO COM OS SEUS ADEPTOS QUE ENCHERAM POR COMPLETO O ESTÁDIO DA MEDIDEIRA

O Amora Futebol Clube festejou o título de campeão distrital da 1.ª divisão da Associação de Futebol de Setúbal na passada quinta-feira após a vitória alcançada por 2-0, sobre o Alcochetense.

Com quatro pontos de vantagem sobre o segundo classificado [Barreirense] e com duas jornadas por realizar a equipa da Medideira sabia que em caso de vitória sagrar-se-ia campeã e para que o ambiente fosse o mais propício possível a direcção do clube decidiu abrir os portões do seu estádio para que todos pudessem dar livremente o seu apoio aso jogadores.

E foi efectivamente perante uma grande moldura [cerca de 2.500 pessoas] que o jogo começou.


O Amora criou perigo logo na primeira jogada do encontro com Joca a atirar por cima e aos 10 minutos um remate de Edson só não deu golo porque a bola foi desviada para canto.

O Alcochetense, que se mostrou sempre uma equipa muito organizada, estava disposto a tornar as coisas difíceis para o Amora mas nunca chegou verdadeiramente a colocar em causa a baliza de Madureira.

A partir sensivelmente dos 20 minutos os amorenses intensificaram o seu volume de jogo ofensivo e começaram a aparecer com mais frequência junto às redes adversárias mas não conseguiam concretizar por falta de precisão no momento certo.

Foi o que aconteceu com Lacão (24’) e com Joca [que viu um golo ser anulado por deslocação], em duas ocasiões (35’ e 38’) e ainda aos 41 minutos com Zé Marinheiro a defender com os pés para canto um remate de Lacão.


Ao intervalo notava-se alguma ansiedade na bancada mas com o golo inaugural da partida obtido por França (51’), na cobrança de um livre directo, deu-se uma autêntica explosão de alegria e começava finalmente a cheirar a título. 

O Alcochetense continuava a bater-se com muita dignidade mas 75 minutos tudo ficou decidido com o segundo golo do Amora marcado por Ruben Nunes, de cabeça, após cruzamento efectuado do lado direito do seu ataque, que Zé Marinheiro deixou escapar.


Depois do apito final do árbitro deu-se a natural invasão de campo com os adeptos a comemorarem a vitória com os jogadores em pleno relvado onde, passado algum tempo, foi entregue pelo presidente da AF Setúbal, Francisco Cardoso, o troféu ao novo campeão numa cerimónia que contou também com a presença de Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal do Seixal.

Os campeões desfilaram depois num autocarro panorâmico pelas ruas da cidade tendo os festejos culminado com uma concentração no largo do coreto.


Share on Google Plus