PALMELENSE»» Jaime Margarido continua no comando técnico


O objectivo foi alcançado, mas…

“DEPOIS DOS BONS JOGOS QUE FIZEMOS ACHO QUE MERECIAMOS TER FICADO UM POUCO MAIS ACIMA”

O Palmelense, que havia subido da 2.ª Divisão, foi uma agradável surpresa no principal campeonato do futebol setubalense, sinal de que a aposta feita, tanto na equipa técnica como no grupo de jogadores escolhidos, foi de facto uma aposta ganha.

Apesar da juventude da maior parte dos jogadores, que vinham das equipas de juniores do Barreirense e Pinhalnovense, dos nacionais, a equipa foi impondo o seu futebol e ao longo da época ficou bem patente a sua qualidade que causou algumas surpresas, sobretudo nos jogos realizados na condição de visitante onde obteve sete vitórias, em contraste com as cinco obtidas em casa.


Jaime Margarido foi o homem do leme e por isso impunha-se ouvi-lo para ficarmos a saber a sua opinião sobre aquilo que foi feito…

Prejudicados com algumas arbitragens

“Se me perguntassem no início do campeonato se o 8.º lugar era uma boa classificação, eu diria que sim, mas, depois dos bons jogos e das boas exibições que fizemos, acho que merecíamos ficar um pouco mais acima. Dava-me imenso prazer quando os adversários nos diziam que havíamos praticado bom futebol”.

“A equipa era muito jovem e muitas vezes fomos prejudicados por isso, sobretudo a nível das arbitragens porque alguns árbitros pareciam ter mais respeito pelos jogadores mais veteranos”.

“Ficar em 3.º ou em 8.º lugar acaba por ser a mesma coisa, em termos de objectivos e o nosso foi alcançado porque continuamos na 1.ª Divisão. Na próxima época iremos certamente surgir mais fortes”.

“Neste momento há uma aposta clara da direcção no reforço das infra-estruturas do clube [e eu concordo perfeitamente com isso] passando o futebol para um plano secundário. Penso que daqui a algum tempo já haverá condições para se pensar numa eventual subida de divisão. Mais tarde ou mais cedo essa aposta vai ter que ser feita porque o Palmelense, pela sua dimensão, merece estar noutro lugar”.


Satisfeito com o trabalho realizado

Entre os jogadores do Palmelense houve um que se destacou pelo número de golos que marcou, tornando-se no terceiro melhor marcador do campeonato, estamos a falar do Sousa. O facto mereceu o seguinte comentário de Jaime Margarido:

“Não é normal um jogador no seu primeiro ano de sénior ser o terceiro melhor marcador do campeonato, fez 18 golos, foi muito bom. É um jogador que, se melhorar alguns aspectos, pode vir a atingir outro patamar”.

“Fiquei bastante satisfeito com o trabalho realizado. Sou um treinador que veio da formação e quem vem da formação está muito mais bem preparado do que aqueles que caem aqui de paraquedas”.

Em relação à próxima época Jaime Margarido adiantou ao nosso jornal que vai continuar ao serviço do Palmelense, “estava tudo mais ou menos alinhavado mas agora já está decidido. Fico satisfeito porque vou ter oportunidade de dar continuidade ao trabalho realizado na época que agora terminou”.




Share on Google Plus