SEIXAL»» Tiago Correia fala do regresso do futebol sénior


Treinador diz que foi um prémio merecido para os jogadores…

“CONQUISTA DO TORNEIO COMPLEMENTAR FOI A CEREJA NO TOPO DO BOLO”

“Não ganhámos a Liga dos Campeões mas para nós é como se fosse porque é aqui que deixamos o nosso trabalho, o nosso suor e o nosso sacrifício. Acho que esta vitória no Torneio Complementar é um prémio merecido para os jogadores porque fomos de facto a melhor equipa. Já tínhamos feito um bom campeonato, agora foi a cereja no topo do bolo”, começou por dizer o treinador Tiago Correia, ao nosso jornal.

“Esta é a primeira conquista oficial do Seixal Clube 1925 [que carrega a história do Seixal Futebol Clube] no escalão sénior; e, isso é muito importante para os atletas que na sua maioria são jovens, embora existam outros menos jovens que no primeiro ano em que voltaram a representar o Seixal, levantaram um troféu”, realçou Tiago Correia, de 33 anos, que também fez a sua estreia como treinador de uma equipa sénior.


“Dou os meus parabéns a todos porque foram todos espectaculares. Para o jogo com o Lagameças convocámos todos os jogadores do plantel, mesmo sem saber se íamos ganhar, isto é bem demonstrativo do ambiente que se vive no balneário. Esta vitória é deles porque se sacrificaram bastante e nunca faltaram a um treino. Podemo-nos orgulhar de ter tido sempre a presença de todos, em todos os treinos, coisa rara nos dias de hoje nos campeonatos distritais”, referiu com orgulho o líder do grupo que recordou também os momentos vividos no início da temporada.

“Tivemos um início de campeonato complicado mas acabámos em quinto lugar mesmo defrontando na nossa série as duas equipas que subiram de divisão, Cova da Piedade ‘B’ e Oriental Dragon. Portanto, só temos que estar satisfeitos com o que fizemos”.


“O plantel foi construído com base na juventude, com jogadores que subiram dos juniores e com outros que, embora fizessem a sua primeira época de seniores, estavam noutros clubes mas já haviam representado o Seixal, na sua formação. E, para complementar contámos também com uma pequena janela de 2, 3 ou 4 jogadores mais experientes conhecedores da história do clube para fazer passar a mística”, salientou Tiago Correia que acabou recentemente o II Nível de treinador.

Em relação à próxima época o técnico seixalense não esconde o seu desejo: “Como ambiciosos que somos vamos querer fazer melhor mas temos que ter os pés bem assentes na terra. Terá que ser a formação a dar a maior parte dos jogadores à equipa sénior. É evidente que tem que haver qualidade mas como a grande maioria desta equipa deve ficar [embora haja um ou outro que possa sair e outros que podem entrar] estamos descansados porque se trata de um grupo de jovens de qualidade que tem um grande futuro à sua frente”.


Share on Google Plus