SESIMBRA»» Álvaro Mendes continua como treinador


A aposta na formação deu resultado…

“PARA A MAIORIA DAS PESSOAS FOI UMA ÉPOCA ACIMA DAS EXPECTATIVAS”

O Grupo Desportivo de Sesimbra foi uma agradável surpresa no Campeonato Distrital da época que agora terminou. Com um plantel bastante jovem, constituído com base na sua formação, andou sempre na primeira metade da tabela classificativa fruto dos bons resultados conseguidos e das boas exibições realizadas.

Álvaro Mendes soube juntar as peças no tabuleiro, definir a melhor estratégia e colocar em prática o seu xadrez que esteve sempre à altura dos acontecimentos, tendo terminado o campeonato num honroso 6.º lugar.
O bom trabalho realizado foi reconhecido por todos, incluindo a própria direcção do clube que, ainda antes de a época terminar, lançou o convite para a sua continuidade, que é já um dado adquirido.

Com a época já concluída o nosso jornal falou com o treinador que teve assim oportunidade de explicar como foi esta sua experiência no comando técnico dos “pexitos”.


Cerca de 80% da equipa era composta por jovens

"Foi feita uma posta firme na formação, com jogadores de Sesimbra. De início, a aposta causou dúvidas em algumas pessoas. Era normal porque havia um treinador novo e muitos jogadores vinham dos juniores [que tinham descido do nacional]. Era compreensível que estes jogadores não viessem com grande motivação, mas sim receosos, mas era isto o que eu queria porque gosto de trabalhar e lançar jovens”, começou por dizer Álvaro Mendes.

“Cerca de 80% da equipa era composta por jovens e acabámos a época com 12 jogadores com menos de 20 anos, é importante dizer isto”, realçou o técnico.

“Tivemos também alguns jogadores mais experientes que foram óptimas ajudas mas por outro lado também perdemos jogadores fundamentais no início da época. Foi o caso do Estrela [um ponta de lança de créditos confirmados], que nem sequer começou a época por razões pessoais, o Wilson, depois o Rão e o Pelé numa fase muito precoce da época. Foram muitos problemas que poderiam causar algumas dificuldades mas felizmente não foi isso que aconteceu”.

“Os jogadores compreenderam rapidamente o que queríamos, tanto dentro como fora das quatro linhas, e no fim posso dizer que para a maioria das pessoas foi uma época acima das expectativas. Para nós equipa técnica nem por isso porque sempre confiámos nos jogadores e acreditámos no grupo. Mas mesmo para quem estava no clube acabámos por ser uma surpresa agradável”.

“Lançámos muitos jogadores e nas últimas jornadas metemos alguns juniores a jogar. Portanto, na minha perspectiva esta aposta acabou por ser um sucesso”. 


Fazer melhor na próxima época

“Estou convencido que na próxima época com estes jogadores e com mais um ou outro que venha, esta equipa possa ser ainda mais competitiva. Vamos querer que ela seja capaz de colocar ainda maiores dificuldades aos adversários e acabar numa posição mais acima na tabela classificativa”.

“Creio que este é o caminho que o clube deve seguir, continuar a apostar na formação e nos jovens da região. Quando não se tem o poder económico de outros tem que ser assim”.

“Há que recordar também que fomos a segunda defesa menos batida do campeonato [melhor só o Amora, que foi o campeão], foi um trabalho brilhante dos jogadores que provaram assim a sua qualidade, jogadores que se empenharam sempre até ao último dia para que as coisas corressem bem”.

“Quero agradecer à direcção e aos meus adjuntos que foram fundamentais, aos adeptos que estão motivados e à própria vila que está envolvida neste projecto. Sesimbra tem tudo para competir com os melhores e pensar na subida de divisão, não quer dizer que seja já, mas entendo que estão a ser dados passos importantes nesse sentido”.

“Depois do trabalho que fizemos e do projecto que iniciámos não fazia sentido nenhum, abandonar. Quero dar continuidade ao trabalho desenvolvido porque estou convencido que no próximo ano vamos ter ainda mais sucesso e fazer coisas ainda melhor”.





Share on Google Plus