II LIGA»» BENFICA B 2 LEIXÕES 1


Jota sentenciou a partida com mestria…

IRREVERÊNCIA DA JUVENTUDE SOBREPÔS-SE À MATURIDADE DO ADVERSÁRIO

A equipa B do Benfica entrou da melhor maneira no campeonato da II Liga ao derrotar o Leixões, por 2-1, em jogo realizado no Seixal que assinalou a estreia do treinador por Bruno Lage, na competição.

A vitória dos benfiquistas assenta-lhes na perfeição porque foram a equipa que mais fez por isso embora o Leixões, com uma equipa bem mais madura, tivesse sido um obstáculo bastante difícil de transpor.


Na primeira parte o jogo foi bem disputado mas decorreu com algum equilíbrio e poucas oportunidades de golo porque as equipas jogavam de forma bastante encaixada. Os lances de maior perigo foram um pontapé de bicicleta de Saponjic que saiu por cima (30’) e um lance na área do Benfica em que Erivaldo chegou ligeiramente atrasado (33’).

No segundo minuto da etapa complementar Ricardo Alves cometeu falta sobre Saponjic dentro da área e na cobrança do penalti o mesmo jogador abriu o activo.

Em desvantagem a equipa de Matosinhos fez duas substituições de uma assentada (57’) e pouco tempo depois (63’) chegou ao golo por um dos jogadores que havia entrado [Kukula], na recarga a uma bola defendida por Zlobin, após livre cobrado por Bura.

Minutos depois o guarda-redes do Benfica fez uma excelente defesa evitando que o adversário se adiantasse no marcador e logo a seguir (69’) Jota sentenciou a partida com um golo de belo efeito, após passe rasgado de Willock.

No Benfica será de assinalar também a estreia de Tiago Dantas, de 17 anos, em jogos da II Liga.




A OPINIÃO DOS TREINADORES

BRUNO LAGE (Benfica): “Na 1.ª parte o jogo foi equilibrado e nós controlámos mais em organização defensiva porque demonstrámos alguma falta de entrosamento na zona do meio campo. Ao intervalo corrigimos, entrámos muito bem na 2.ª parte, fizemos um golo, o Leixões empatou mas nós tivemos a capacidade de chegar à vantagem. O desafio é colocar sempre um ritmo alto. Foi um jogo bem conseguido da nossa parte.”


FILIPE GOUVEIA (Leixões): “Fizemos uma 1.ª parte muito boa. O Benfica não teve nenhuma oportunidade e nós poderíamos ter marcado pelo Erivaldo. Na 2.ª parte sofremos o penalti, reagimos bem e chegámos ao empate mas o guarda-redes com uma grande defesa evitou que passássemos para a frente do marcador. Depois, em desvantagem metemos toda a carne no assador mas não conseguimos evitar a derrota”.  

Share on Google Plus