SAMOUQUENSE»» Mais um clube na 2.ª Divisão Distrital


Regresso à competição 13 anos depois …

FUTEBOL SÉNIOR, COLOCAÇÃO DE SINTÉTICO E FUTEBOL FEMININO SÃO SINAIS DE GRANDE VITALIDADE

A Associação Desportiva Samouquense vai ter já a partir desta época uma equipa de futebol sénior que vai naturalmente competir no Campeonato Distrital da 2.ª Divisão, 13 anos depois da última participação.

O presidente António Pinto diz que o regresso do futebol sénior “era uma vontade generalizada. Nos últimos anos o clube esteve envolvido no Inatel, através de uma equipa composta com jovens formados na AD Samouquense. A ambição passava por, logo que possível, dar-lhes a oportunidade de disputar um campeonato distrital no seio da AF Setúbal para evoluírem competitivamente”.


“Conseguimos estabilizar o clube, temos um projecto consolidado para o futebol sénior e estamos perto de ver concretizado o arrelvamento do campo municipal do Parque da Quinta da Praia”, fez questão de salientar o presidente do clube.

Será, portanto, com base nesse conjunto que vai nascer um plantel, onde devem caber entre 25 e 26 elementos, para “fazer despontar uma nova dinâmica” no seio do clube do concelho de Alcochete e que o presidente admite “envolver um sentimento de entusiamo” e “uma necessidade” que a freguesia já ansiava.

O processo do escalão maior está em marcha e acompanha a concretização de um sonho pintado a verde. Na verdade, o Parque de Jogos da Quinta da Praia prepara-se para ser dotado de um investimento do Município de Alcochete que vai resultar na colocação de um piso de relva sintética no recinto que serve de casa ao futebol samouquense.

“As obras estão previstas para começar dentro em breve e confiamos que no próximo mês de Setembro estarão concluídas”, admitiu o presidente da AD Samouquense, emblema que, só assim, pode sustentar a renovada dinâmica prevista.


“O novo piso vai garantir mais e melhores condições de funcionamento e de trabalho para todas as equipas, reforçando a nossa aposta na formação, que tem sido constante, e permitindo o aumento da oferta da actividade, como será o caso da constituição de uma equipa de futebol feminino sub-15”, avançou.

“O Samouco já teve equipas de referência na prática do futsal feminino, quer distrital e nacional. Perante as novas condições que se avizinham, e porque a prática do desporto no feminino está enraizada, a motivação de iniciar o futebol feminino surge com naturalidade”, explicou António Pinto.

A AD Samouquense está, portanto, a trilhar um renovado caminho na dinâmica competitiva, cenário que de acordo com o presidente da Direcção do clube “só é possível devido ao trabalho fundamental que tem sido efectivado de forma regular pela seção de futebol / equipa de pais. Uma dedicada colaboração que tem assegurado o desenvolvimento da actividade e que justifica todo o reconhecimento”, elogiou António Pinto.  

Share on Google Plus