CAMPEONATO DE PORTUGAL»» 1.º DEZEMBRO 3 PINHALNOVENSE 2

Pinhalnovense ao intervalo ganhava por 2-1…

JOGO ALGO ESQUISITO COM DOIS AUTOGOLOS E DUAS GRANDES PENALIDADES, UMA PARA CADA LADO

O Pinhalnovense, que na passada quinta-feira ficou sem treinador com a inesperada saída de Ricardo Cravo, deslocou-se a Sintra para defrontar o 1.º Dezembro e acabou por perder (3-2), embora tenha dado boa réplica, num jogo com dois autogolos e dois penaltis.

Com a situação ainda indefinida no que respeita ao futuro técnico a equipa foi orientada neste jogo pelo treinador que exercia as funções de adjunto, Nuno Cirilo.

A equipa de Sintra foi a primeira a marcar beneficiando de um autogolo de Alain Pilar, aos 12 minutos. O Pinhalnovense reagiu de forma positiva e aos 28 minutos Martim Águas igualou na concretização de uma grande penalidade e mesmo à beira do intervalo (42’) passou para a frente do marcador beneficiando também de um autogolo, neste caso de Leonel Filipe, saindo para o intervalo a vencer por 2-1.


Na segunda parte Romário Carvalho empatou aos 75 minutos e logo de seguida (80’) Luís Rodrigues, de penalti, fixou o marcador final, em 3-2.

Com este desaire, o terceiro nos últimos quatro jogos, o Pinhalnovense caiu na tabela classificativa para o 14.º lugar.

No próximo domingo o Pinhalnovense desloca-se à Ilha Terceira, Açores, para defrontar o Praiense, às 12 horas, em jogo a contar para a 2.ª eliminatória da Taça de Portugal.    

Share on Google Plus