COVA DA PIEDADE»» SAD assegurou mais um reforço

Ex-Marítimo e U. Madeira…

DANILO DIAS ASSINOU MAS SÓ PODE JOGAR EM JANEIRO


Depois de terminar contrato com o União da Madeira, Danilo assinou pelo Cova da Piedade mas problemas na inscrição só permitem que o brasileiro volte a jogar em Janeiro.

O extremo brasileiro estava sem clube, desde que terminou contrato com o emblema madeirense da II Liga. Em declarações a Bola Branca (Rádio Renascença), Danilo confirma a mudança e explica a situação.

"Acertei com o Cova da Piedade nos últimos dias de mercado, mas eles tinham o limite de vagas já preenchido e não conseguiram desbloquear a vaga. Não pude ser inscrito", refere.

Apesar de estar fora dos relvados até janeiro, Danilo diz que o emblema de Almada não quis "abrir mão" dele, apesar das "duas propostas de empréstimo de clubes da II Liga".

"Estou feliz, é um clube organizado, com pretensões ambiciosas e daqui a dois meses e meio já podem ver o Danilo a jogar", afiança.


Estadia em solo luso é para durar

Danilo espera ficar em Portugal vários anos, mesmo depois de pendurar as botas. "É um país que recebeu-me muito bem. Fui muito feliz na Madeira, onde fiz a maior parte da minha carreira", explica.

"Tive dificuldades na lesão no União, mas faz parte. Os meus filhos são portugueses, tenho amigos aqui e quero ficar quando encerrar a carreira. Já estou a tirar o curso de treinador para depois começar o meu trabalho noutra área. É a minha segunda casa", acrescenta.

Danilo, hoje com 32 anos, destacou-se no Marítimo na I Liga, onde foi titular indiscutível entre 2010 e 2014 e realizou um total de 144 jogos. Depois de uma breve passagem pelo Qarabag, o extremo voltou a Portugal, e novamente à ilha da Madeira, desta feita para representar o União, também no principal escalão.

O brasileiro apontou oito golos em 32 jogos, mas não foi suficiente para evitar a despromoção. Depois de uma breve passagem pelo Brasil e uma grave lesão que o obrigou a um longo período de recuperação, Danilo Dias continuou no União da Madeira, na II Liga, onde fez apenas dez jogos.

Share on Google Plus