PINHALNOVENSE»» Ricardo Cravo já não é o treinador


Não houve caso nenhum, nem há qualquer polémica…

AS DUAS PARTES RESCINDIRAM O CONTRATO POR MÚTUO ACORDO

A notícia caiu de forma inesperada na nossa mesa de trabalho, a SAD do Pinhalnovense e Ricardo Cravo, com alguma surpresa, rescindiram o contrato que os ligava por mútuo acordo, ao final da tarde de hoje.

De facto, depois do bom trabalho realizado na época anterior e de um começo positivo nesta temporada nada fazia prever o ‘divórcio’, mas o futebol tem destas coisas.

Em declarações ao nosso jornal Ricardo Cravo confirmou a rescisão e adiantou que “não houve caso nenhum, nem há qualquer polémica, mas apenas uma mudança de filosofia do clube. Conversámos e no final apertámos as mãos”.


O treinador que deixa o clube de Pinhal Novo em 7.º lugar e com presença assegurada na 2.ª eliminatória da Taça de Portugal disse que “se calhar bati o recorde como treinador do Pinhalnovense. Saio com a equipa estabilizada e com tudo tranquilo, só tenho que agradecer às pessoas que trabalharam comigo nomeadamente ao senhor Qi Chen pela oportunidade que me deu em representar este grande clube. E, agradecer também ao Chen Long, ao meu amigo Luís Sousa que sempre me ajudou, ao Jorge Peixoto, Jorge Fernandes, João Silva, aos sócios, adeptos, presidente do clube e em especial aos jogadores pelo profissionalismo demonstrado”.


Ricardo Cravo, que leva já uma carreira de 26 anos como treinador, sente-se “muito orgulhoso em ter representado o Pinhalnovense SAD” e diz que passou agora a ser “mais um adepto que vai torcer por muitas vitórias”.  
A partir de agora sou um treinador livre por isso vou descansar uns dias e esperar por uma nova oportunidade. Com treinador tenho algumas conquistas e nunca desci de divisão. Por isso, vou querer continuar a desempenhar as minhas funções, quer seja em Portugal ou no estrangeiro. Quero também dizer que vou ficar para sempre ligado ao senhor Chen, proprietário da SAD do clube, e sempre disponível para trabalhar com ele, seja aqui ou na China. Portanto, as portas ficaram abertas, como tem acontecido em todos os clubes por onde passei. Isto é muito importante frisar”, deixou bem vincado Ricardo Cravo.  

Share on Google Plus