COVA DA PIEDADE»» Em 2013/14 eliminou o Portimonense, em sua própria casa

Vai ser difícil, mas não impossível…

COVA DA PIEDADE QUER REPETIR GRACINHA FEITA HÁ CINCO ANOS ATRÁS 

Quem pensava que poderia ver o japonês Nakajima na Cova da Piedade, desengane-se porque na realidade não vai ter essa oportunidade. António Folha, o treinador do Portimonense, já disse que vai poupar o jogador que acabou de regressar de uma viagem desgastante ao Japão, onde esteve ao serviço da selecção do seu país. As mexidas não deverão ficar por aqui, mas, tendo em conta que o adversário é da II Liga, não se prevê uma reformulação profunda.

Por parte dos piedenses tudo indica que apresentem o seu melhor onze para poderem assim bater o pé a um adversário que é da I Liga e ainda muito recentemente venceu o Sporting para o campeonato.

A expectativa à volta do jogo, que se realiza este sábado às 15 horas, é grande porque tratando-se de uma competição a eliminar ninguém vai querer perder.


As duas equipas já se defrontaram 28 vezes em competições oficiais e no cômputo geral a vantagem é dos algarvios mas para a Taça de Portugal a situação muda de figura porque há uma vitória para cada lado, nos dois confrontos realizados, ambos em Portimão.

Em 1980/81 o Portimonense ganhou por 1-0 e em 2013/14 foi o Cova da Piedade que venceu no desempate por penaltis, depois de 0-0 no final dos 120 minutos, afastando assim o adversário em sua própria casa.

E é exactamente com este pensamento que os pupilos de Hugo Falcão vão entrar amanhã em campo.

Share on Google Plus