QUINTAJENSE»» Não foi feliz no jogo de estreia


Pedro Vieira considera que o resultado foi injusto…

“ANDAR SEMPRE PELO MEIO DA TABELA É O NOSSO OBJECTIVO” 
                                       

Quintajense Futebol Clube está de regresso com o futebol sénior às competições da AF Setúbal, depois de alguns anos de ausência, com uma equipa bastante jovem que se encontra a disputar o Campeonato Distrital da 2.ª Divisão.

Depois da fase preparatória, no passado domingo aconteceu a estreia contra o Samouquense [que também está de regresso à competição], no Campo Leonel Martins, num jogo que não correu de feição porque terminou com um resultado desfavorável (1-3).

O Samouquense foi a primeira equipa a marcar, depois o Quintajense empatou, mas logo de seguida a equipa visitante voltou a marcar por duas vezes e fixou o resultado final.


Pedro Vieira que já passou por todos os escalões de formação do Comércio e Indústria, Casal Figueiras e mais recentemente pelo futebol feminino [Escolinha de Setúbal] foi o homem escolhido para comandar o grupo e no final do jogo com o Samouquense falou à nossa reportagem:

Sensibilidade das equipas de arbitragem

Eu sou novato neste campeonato mas sei que tem muitas faltas. Por isso, creio que tem de haver também alguma sensibilidade das equipas de arbitragem porque há outras maneiras de controlar o jogo sem fazer uso constante dos cartões. No sábado fui ver o Águas de Moura - Santo André e o que se viu foi muito mau. Foram mostrados 15 cartões amarelos e 2 vermelhos. Os árbitros têm que entender que os protagonistas do jogo são os jogadores”, disse o treinador que lamentou também a expulsão de dois dos seus jogadores.
Sobre o jogo Pedro Vieira considera que “por aquilo que se jogou e por aquilo que foi apresentado em campo, este não foi o resultado mais correto, mas o futebol é mesmo assim”.   

Em termos de campeonato “o nosso objectivo passa por andar sempre pelo meio da tabela e, quem sabe, fazer uma gracinha para disputar a fase final. Sabemos as nossas limitações em termos de orçamento e que temos muita juventude mas vamos lutar por isso”, referiu.

Share on Google Plus