JUV. CERCALENSE»» Explicações para a ausência no jogo com o Quintajense

João Ludovico, presidente do clube…

 “NÃO TÍNHAMOS A NOÇÃO QUE O JOGO TINHA SIDO ALTERADO”

João Ludovico, presidente da Sociedade Juventude Cercalense, explica as razões por que a sua equipa de futebol não marcou presença este sábado no Campo Leonel Martins, na Quinta do Anjo, onde se deveria realizar o Quintajense – Juv. Cercalense, relativo à 4.ª jornada do Campeonato Distrital da 2.ª Divisão.

O presidente do clube diz que a “Juventude Cercalense não faltou a jogo nenhum, tinha tudo preparado para se apresentar ao jogo no Domingo, autocarro, almoço para os jogadores a meio caminho e a equipa toda preparada para a deslocação”.

O que aconteceu prossegue João Ludovico, foi que “não tínhamos a noção que o jogo tinha sido alterado. Não aparecemos ao jogo, não por não termos jogadores ou por não querer jogar. Nós até com sete jogadores íamos jogar”, realça.

O presidente da Juventude Cercalense adiantou ao nosso jornal que “já falámos com a AF Setúbal a quem explicámos a situação. Eles compreenderam e pediram para falarmos também com o Quintajense para remarcar o jogo, se houver entendimento. É o que vamos fazer amanhã”.

Share on Google Plus