1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Sesimbra 1 Banheirense 0

Banheirense bateu-se bem mas não conseguiu evitar a derrota…

SESIMBRA OBTÉM TERCEIRA VITÓRIA CONSECUTIVA E SOBE NA CLASSIFICAÇÃO GERAL

O Grupo Desportivo de Sesimbra recebeu e venceu no Estádio Vila Amália a União Banheirense por uma bola a zero em jogo relativo à 19.ª jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão.

Com esta vitória, que foi a terceira consecutiva, a equipa sesimbrense deu mais um pulo na tabela calssificativa onde se encontra agora, com 28 pontos, no 7.º lugar.

Três vitórias, três empates e uma derrota é o registo da equipa desde que Carlos Ribeiro tomou conta dela, um saldo verdadeiramente positivo que está a deixar os adeptos do clube bastante satisfeitos com o desempenho de todo o grupo de trabalho.

A União Banheirense, que está posicionada em 11.º lugar com 23 pontos, tem vindo a realizar um campeonato inconstante, com altos e baixos. Ou seja, tem vindo a alternar resultados positivos com outros menos positivos fruto muito provavelmente da inexperiência de alguns dos seus jogadores que são muito novos.

Nesta partida realizada em Sesimbra, o espectáulo não foi deslumbrante, nem houve grande supremacia por parte de nenhuma das equipas, o equilíbrio foi a nota dominante com o pêndulo da balança a cair para o lado do Sesimbra que acabou por segurar a vitória com o golo obtido por Sandro Neves, no decorrer da primeira parte, precisamente aos 19 minutos.

Na próxima jornada o Sesimbra desloca-se a Santiago do Cacém e a U. Banheirense recebe o Moitense, no Vale da Amoreira, em mais um derbi do concelho.    



A OPINIÃO DOS TREINADORES…

CARLOS RIBEIRO, treinador do Sesimbra:


RUI FONSECA , treinador do Banheirense:

“Quando cada uma das equipas marca um golo, o jogo deve terminar empatado mas não foi isso que aconteceu em Sesimbra"

Num jogo onde cada equipa marca um golo, deve terminar empatado, infelizmente não foi isso que aconteceu no Vila Amália.
O Banheirense marcou aos 40m um golo completamente regular que nos foi anulado. O empate já era injusto, a derrota então…!

O Banheirense entrou muito bem no jogo, nos primeiros 20m o Sesimbra apenas passava do seu meio campo através de pontapés longos para explorar a velocidade do Nascimento ou do Miguel Correia, ou pontapé longo para o David tentar segurar, mas a nossa defesa foi implacável perante este tipo de jogo.

A bola só entrava na nossa área através da bola parada, aliás, diga-se que foi apenas isto que o Sesimbra fez, qualquer falta, mesmo na linha do meio campo o Sesimbra despejava bolas na área.

Em contrapartida nós tentámos sempre apresentar um futebol baseado na posse de bola, pois num tapete daqueles, não jogar futebol é cometer um crime a este desporto.

Tivemos muito mais posse de bola e fizemos os mesmos golos que o adversário, mas só o do Sesimbra é que foi validado, e o mesmo foi obtido através de uma das muitas bolas paradas que tiveram!!!! Em suma, nós tivemos muita posse, o Sesimbra teve muitas faltas a favor…

Na segunda parte, apenas uma equipa trabalhou para o golo, e essa equipa foi o Banheirense, o nosso GR Vital não fez uma única defesa na segunda parte, tal foi a superioridade do Banheirense, perante o pontapé longo do Sesimbra.

Começo a sentir que fazer boas classificações em clubes humildes como o Banheirense, é quase impossível, o Banheirense não tem qualquer força/expressão neste Distrital.

Tenho de concluir que clubes como o Banheirense apenas podem lutar pela manutenção, e perante a minha ambição e a deste grupo de trabalho, fica muito aquém.



Share on Google Plus