1.ª DIVISÃO AF SETÚBAL»» Olímpico 2 Pescadores 2

Olímpico ganhava ao intervalo por 2-0…


COSTA DE CAPARICA RECUPERA DESVANTAGEM NO DECORRER DA SEGUNDA PARTE


O Olímpico do Montijo não conseguiu melhor que um empate na partida que disputou no Campo da Liberdade com os Pescadores da Costa de Caparica relativa à última jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão.

O jogo até começou por correr bem à equipa do Montijo que ao intervalo ganhava por 2-0 com dois golos obtidos por Rúben Góias, o primeiro obtido aos 20 e o segundo aos 32 minutos, vantagem que se justificava plenamente devido à superioridade evidenciada.

Na segunda parte as coisas mudaram um pouco porque os Pescadores subiram nitidamente de rendimento ao contrário do seu adversário que dava mostras de se sentir satisfeito com o resultado.

A equipa da Costa da Caparica reduziu para 2-1 logo nos primeiros minutos por intermédio de Teixeira e as coisas ficaram um pouco mais tremidas para a formação da casa que pouco depois viu um golo ser anulado.

Com as substituições efectuadas pelos dois treinadores o jogo perdeu um pouco qualidade mas continuou a ser bem disputado com os Pescadores a arriscarem tudo na tentativa de poderem chegar ao empate que acabou por acontecer nos instantes finais da partida, com um golo de Bala.

Para o Olímpico do Montijo que terminou o campeonato em 9.º lugar com menos dois pontos que o Charneca de Caparica e Comércio Indústria este não foi o resultado desejado porque a equipa perdeu a possibilidade de terminar a competição em sétimo lugar. De qualquer forma, numa breve análise feita, não restam dúvidas que se tratou de uma época extremamente positiva para a equipa orientada por Olívio Cordeiro, que terminou o seu vínculo ao clube.

Os Pescadores, que viveram momentos atribulados em determinada altura do campeonato que culminaram com a troca de Jorge Amaral por Pedro Amora, no comando técnico da equipa, acabaram em 10.º lugar, uma posição que embora não sendo famosa também não é má de todo. Os resultados obtidos nos últimos oito jogos [4 vitórias, 3 empates e apenas uma derrota] são exemplo do bom desempenho da equipa nesta fase derradeira da competição.



A OPINIÃO DOS TREINADORES...

OLÍVIO CORDEIRO, treinador do Olímpico do Montijo:




PEDRO AMORA, treinador dos Pescadores:

“Mostrámos o porquê de nos últimos 8 jogos só uma vez não termos pontuado”


“Sendo o último jogo do campeonato criámos como objectivo dar oportunidade a alguns juniores, que têm trabalhado com o plantel sénior nas últimas semanas, mas sempre focados na vitória. Sabíamos que iríamos encontrar uma equipa organizada que queria também acabar o campeonato com uma vitória e optámos por baixar linhas para obter mais espaço nas costas”.

“Entrámos algo permissivos e pouco agressivos nos duelos, fruto também da juventude. E, num desses duelos à entrada da nossa área o Olímpico acaba por aproveitar bem e fazer o primeiro golo. Logo de seguida sofremos o segundo golo obtido claramente em posição de fora de jogo beneficiando da precária posição do auxiliar que vinha bastante atrasado em relação à jogada”.

“Na 2.ª parte corrigimos e quisemos claramente mais que o adversário. Passámos a jogar com dois pontas de lança e a pressionar mais alto, tentando provocar o erro do Olímpico e logo no início reduzimos pelo Teixeira (ainda júnior) que tinha acabado de entrar. O Olímpico deu o jogo como ganho mas como é sabido os jogos tem 90 minutos”.

“Foi um jogo com várias alterações em que acabámos com três juniores e quatro seniores de primeiro ano mas ainda assim com um extremo empenho da nossa equipa que acreditou que a mesmo a perder com dois golos poderia  inverter o resultado”.
“Conseguimos o empate mais que justo já em período de descontos pelo Bala que acaba por ser um prémio para ele uma vez que tem sido um verdadeiro capitão deste grupo, em todos os períodos da competição”.
“Para terminar, tenho de agradecer a todos os jogadores e salientar a  união gradual do grupo durante os últimos  4 meses, acabando por dar uma excelente imagem e mostrar o porquê de nos últimos 8 jogos só uma vez não pontuarmos”. 





Share on Google Plus