FUTEBOL»» Ex-benfiquista Frederico é o patrono - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

quinta-feira, 24 de julho de 2014

FUTEBOL»» Ex-benfiquista Frederico é o patrono

Nas categorias de juniores e seniores

Banheirense organiza torneio quadrangular  


A União Desportiva e Cultural Banheirense, vai promover nos dias 6 e 7 de Setembro no Campo Municipal do Vale da Amoreira um torneio quadrangular de futebol nas categorias de juniores e seniores, que terá como patrono Frederico Rosa, ex-jogador do Benfica e da Selecção Nacional.

Para o efeito foram convidados os seguintes clubes: Luso Futebol Clube, Quinta do Conde (ADQC), Grupo Desportivo Fabril e Charneca de Caparica Futebol Clube, na categoria de juniores. E, União Banheirense, Moitense Futebol Clube, Charneca de Caparica Futebol Clube e Quinta do Conde (ADQC), na categoria de seniores.

Os jogos relativos ao escalão de juniores realizam-se pela manhã e os seniores da parte da tarde. De acordo com o sorteio realizado, no primeiro dia do torneio [6 de Setembro] defrontam-se: Fuso – Fabril (9h30m) e ADQC – Charneca de Caparica (11h30m), no escalão de juniores. E, Banheirense – Moitense (15h) e Charneca de Caparica – ADQC (17h), em seniores.

No dia seguinte, jogarão entre si os vencidos para apuramento do 3.º e 4.º lugar e os vencedores disputarão a final.

De acordo com o regulamento do torneio, os jogos que terão a duração de 90 minutos e se no final as equipas estiverem empatadas recorrer-se-á à marcação de grandes penalidades até se apurar o vencedor.

Os árbitros designados serão da responsabilidade da organização em parceria com o Conselho de Arbitragem da AF Setúbal.

Depois da realização de cada final serão entregues prémios e lembranças aos clubes.

Do GD CUF ao Benfica e à selecção nacional

Frederico nasceu em Castro Verde no ano de 1957 mas desde muito cedo radicou-se juntamente com os pais na Baixa da Banheira. Mais tarde, veio a tornar-se famoso no futebol português onde conquistou vários títulos e algumas internacionalizações pela selecção nacional atingindo o ponto alto da sua carreira em 1986 no Mundial do México.

Frederico era um experiente defesa central de excelente compleição física, imensamente inteligente na leitura do jogo, forte na marcação mas ao mesmo tempo um verdadeiro pronto-socorro nas dobras aos seus companheiros de equipa. Tanto jogava como central de marcação como a libero. Era dotado de um excelente jogo de cabeça, suficientemente habilidoso para o sector que ocupava, implacável nas marcações aos atacantes adversários, calculista e com uma capacidade de antecipação brilhante que o diferenciava neste aspecto dos demais jogadores que alinhavam naquela posição no futebol português.

A sua história futebolística começou em 1972/1973 nas equipas jovens do GD CUF, passou depois pelo Barreirense, Benfica [onde conquistou 2 títulos nacionais, 3 Taças de Portugal e uma Supertaça], Boavista, V. Guimarães, Estrela da Amadora e Leixões.

Terminada a sua carreira de jogador for director do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, é um verdadeiro apaixonado do Golfe mas continua ligado ao futebol como professor em escolinhas no Algarve.  É frequente também vê-lo em peladinhas de verão em Vilamoura juntamente com outros craques ou na selecção de veteranos de Portugal.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here