ARBITRAGEM»» NAFAS pede respeito e dignidade

Em causa está o valor dos prémios a atribuir

Árbitros do Núcleo de Almada / Seixal tomam posição sobre jogos particulares


O Núcleo de Árbitros de Futebol de Almada / Seixal emitiu um comunicado a manifestar o seu desagrado com o que se está a passar em relação aos denominados jogos de pré-época ou torneios que é habitual realizarem-se por esta altura.

O nosso jornal sabe que alguns clubes têm solicitado ao NAFAS árbitros para os seus jogos de preparação mas não estão na disposição da pagar aquilo que é proposto sugerindo em alguns casos que os árbitros apitem de borla [ou quase], alegando que também para eles se trata de jogos de preparação. Os árbitros não consideram que a situação seja assim tão linear porque também têm despesas e consenso é coisa que não há.

O nosso jornal sabe também que há clubes a fazerem convites a nível particular a alguns árbitros no sentido destes anuírem aos seus pedidos e daí a necessidade da emissão de um comunicado para que todos os associados fiquem por dentro da situação.


Eis, o teor do comunicado da Direcção do NAFAS:


Caros Associados,

O NAFAS como instituição representativa dos Árbitros de Futebol de Almada e Seixal recebe diversos pedidos para “nomear/indicar” árbitros para os jogos particulares, habituais de pré-época.

Seguindo uma decisão da Direcção, são elaborados orçamentos de despesas e prémios de árbitros e apresentados posteriormente aos clubes.

Soube a Direcção do NAFAS que alguns clubes após analisarem os orçamentos enviados, não satisfeitos, contactam os árbitros de forma particular e fazem-lhes directamente os convites, oferecendo algum valor ou não oferecendo nada, e para nosso espanto, os Árbitros aceitam arbitrar os jogos.

Esta Direcção tem, no seu plano de actividades, objectivo em apoiar as instituições desportivas dos nossos Concelhos, no entanto sobrepõe-se a qualquer objectivo, o DEFENDER A DIGNIDADE DOS ÁRBITROS e aquilo que são as suas CARREIRAS e os seus PERCURSOS.

Por isso e seguindo a comunicação da AFS, prevista no artigo 11º do Regulamento de Arbitragem no ponto 2 alínea J, em que diz que nos jogos não oficiais, os Árbitros têm que ser previamente autorizados pelo CA da AFS, agradecemos que também RESPEITEM O NÚCLEO QUE REPRESENTAM E NÃO BANALIZEM aquilo que é função da Direcção do NAFAS, que se trata da gestão das carreiras dos árbitros de futebol do Núcleo, quer a nível Associativo quer Federativo.

Vamos em conjunto CREDIBILIZAR e RESPEITAR a nossa função.
Share on Google Plus