ARRENTELA»» Derrota com o Algés no jogo de apresentação

Equipa terá um custo zero…

Doze jogadores do actual plantel passaram pelos escalões de formação

Presidente, Joaquim Belchior; Pedro Cagica (adjunto),
 Vítor Oliveira (treinador principal) e Carlos Prego (adjunto)
O Atlético Clube de Arrentela apresentou oficialmente a sua equipa de futebol sénior aos associados no passado sábado, organizando para o efeito uma festa que contou com a actuação de uma artista de variedade [Faty] e com a colaboração da União Desportiva de Algés.

Nestas circunstâncias o resultado é o que menos interessa porque se trata de um jogo de preparação. De qualquer forma, apesar do resultado negativo [derrota por 1-0, com um golo sofrido de penalti ainda no decorrer da primeira parte] será de registar alguns bons pormenores demonstrados pelos jovens arrentelenses, deixando assim boas indicações quanto ao futuro.



Da época passada ficaram apenas três jogadores

Vítor Oliveira, o treinador principal da equipa que tem como adjuntos Pedro Cagica e Carlos Prego, no final do jogo mostrava-se satisfeito com o desempenho dos seus jogadores mas realçou o facto de a equipa estar ainda a consolidar processos porque é praticamente nova.
Da época passada ficaram apenas três jogadores mas como se verificou toda a gente mostrou empenho, fazendo o seu melhor. Começámos no dia 4 de Agosto mas houve jogadores que só treinaram uma vez devido a problemas pessoais, relacionados com férias e trabalho. Por isso, era difícil fazer melhor. Fizemos este jogo de apresentação e ainda temos mais duas semanas até ao início da Taça, portanto consideramos este período de pré-época onde iremos tentar consolidar os processos da equipa e implementar o nosso estilo de jogo para que possamos alcançar o nosso objectivo que passa por assegurar a manutenção. Foi isso o que a direcção nos pediu e é isso que vamos tentar fazer. Mas, acredito que a equipa este ano vai dar que falar”.

“Os jogadores estão cá pelo projecto e não por dinheiro”

Vítor Oliveira fez também questão de salientar que na equipa esta época ninguém recebe qualquer tipo de subsídio.
Esta é a primeira equipa da história do Arrentela, a custo zero. Este ano o Arrentela não paga nada a ninguém porque não tem condições para isso. Os jogadores estão cá pelo projecto e pela projecção que o campeonato lhes pode dar e o presidente tem cumprido na íntegra o que nos tem prometido, tanto em termos de material e como em termos de condições de treino que às vezes são mais importantes que o dinheiro. Estamos muito satisfeitos com o grupo de jogadores que conseguimos reunir e também pelo facto de 12 deles terem representado o clube nos escalões de formação. Isto para nós é muito importante. Enquanto formos os treinadores dos seniores do Arrentela vamos querer sempre valorizar os nossos jogadores”.

Treinador pede mais apoio aos adeptos

Nesta nossa pequena conversa, o treinador arrentelense aproveitou também para lançar um apelo aos sócios no sentido destes darem um maior apoio ao clube.
Peço aos associados do Arrentela que comecem novamente a acompanhar a equipa. Sabemos que neste momento existe um divórcio mas queremos ultrapassar esta questão. Esta será outra batalha que a equipa técnica vai ter que travar mas estamos confiantes que também aqui vamos ganhar porque queremos colocar a equipa a praticar futebol agradável para voltar a cativar de novo o povo de Arrentela que faz muita falta neste campo”.

Plantel ficará completo na próxima 2.ª feira

No jogo com a União Desportiva de Algés, o Arrentela alinhou da seguinte forma: Ricardo Freitas; Bruno Almeida (ex-Pescadores), Luís Casaleiro, João Gémio, Didi; João Martins (ex-Paio Pires), Bruno Gomes, Rui Longo (ex-Pescadores); Luís Laranjeira (ex-Pescadores), Mauro Correia e Fábio Geia (ex-Paio Pires).

Jogaram também: David Hadi (ex-Monte de Caparica), Edson Mendes “Show” (ex-Santa Marta do Pinhal), Flaviano Rosa, Tiago Amaral, Luís Almeida (ex-Paio Pires), Dário Vera, Miguel Mascarenhas (ex-Monte de Caparica), Nuno Ferreira (ex-Amora), Nilson Cruz “Nico”, Júlio Dias “Geny”, Rúben Lage (ex-Serpa), Daniel Graça “Nhapa”.

Para completar o plantel faltam apenas três jogadores, sendo dois guarda-redes e um defesa central que devem juntar-se à equipa já na próxima segunda-feira.
Share on Google Plus