BOTAFOGO»» Está época vai ter duas equipas no INATEL - JORNAL DE DESPORTO

Última hora...

13 de agosto de 2014

BOTAFOGO»» Está época vai ter duas equipas no INATEL

Presidente do clube não esconde o seu desejo…

“O nosso grande objectivo é conquistar o título distrital”


Miguel dos Santos, presidente do Botafogo
O Botafogo Futebol Clube das Cabanas (Palmela) não pára de surpreender.

Miguel dos Santos em apenas um ano fez de facto coisas fantásticas que têm vindo a revitalizar o clube que parece estar a merecer cada vez mais a atenção dos associados, em especial daqueles que por uma ou oura razão se encontravam afastados.

A renovação das instalações e o excelente comportamento da equipa sénior que participou o Campeonato do INATEL são exemplos bem demonstrativos do que foi feito na época de 2013/2014. Mas, porque parar é morrer, o clube surge nesta nova temporada com novidades que passam sobretudo pela criação de duas equipas de futebol sénior [um facto que deve ser inédito a nível nacional nas competições do INATEL] e também uma parceria estabelecida com uma instituição angolana que resultou na criação do Botafogo (Quizenga).

Em entrevista ao nosso jornal, o presidente do clube Miguel dos Santos fala do trabalho realizado e adianta mais alguns pormenores sobre os novos projectos.

“Assumi o clube de conta vazia”

Está prestes a começar uma nova época desportiva. E no Botafogo, parece haver muitas novidades que passam por novos treinadores e duas equipas seniores. Quer explicar em que consiste este projecto?
Sim, é verdade. Vamos entrar nas competições da INATEL com duas equipas de seniores. A equipa A que vai trabalhar normalmente e a equipa B que vai trabalhar com jovens jogadores até aos 23 anos que, por normas feitas pelo clube, não poderão ser chamados para a equipa A antes de Dezembro. O projecto consiste em ter uma equipa com um nível mais elevado e outra a dar mais oportunidades aos jovens, nunca descurando os resultados.

Quem são os treinadores e quais os objectivos para a nova época desportiva?
Para a equipa A foi contratado Rui Gaspar e para seu adjunto Ricardo Mascate, ambos ex-Lagoa da Palha, que vão trabalhar com o objectivo de conquistarem para o Botafogo o título de campeão distrital da Inatel. Para a equipa B, foi contratado Duarte António ex-Vasco da Gama da Lançada que trabalhará os jovens com o objectivo de fazer chegar a equipa à segunda fase.

Miguel dos Santos acaba de completar um ano de mandato. Qual o balanço que faz do trabalho desenvolvido?
Com todas as dificuldades que temos tido, posso dizer que estou de pedra e cal. Sabia de antemão que não seria fácil o trabalho de levantar este clube. Com muito trabalho tento sempre ser o mais correcto e no dia-a-dia fazê-lo crescer um pouco mais. Assumi o clube de conta vazia e houve pessoas a dizerem-me na cara que eu não estaria à frente do clube nem dois meses. O que é certo, é que essas próprias pessoas, passado menos de um ano do meu mandato se deslocaram ao Botafogo para se associarem. E, como estas, houve mais a fazerem o mesmo e outras que não vinham ao clube há décadas e passaram a vir. Fiz uma nova sede para o clube, como ele nunca teve em quase 64 anos de existência, renovei parte das instalações e mais novidades estão a caminho. Prometi trabalho quando assumi o clube. Ninguém me pode acusar que não o ter desenvolvido.

Botafogo tem uma equipa em Angola


Na época passada Botafogo (Quizenga) foi campeão em Angola
O clube acaba de estabelecer uma parceria com uma instituição em Angola. Como surgiu esta ideia e qual o teor do protocolo?
É verdade. Parece mentira um clube como o Botafogo, que participa nas competições da INATEL, conseguir chegar ao ponto de estar a trabalhar em conexão com Angola. Isto só demonstra que algo tem que mudar nas nossas competições federadas. Temos um sócio, Nuno Bolotas, que se radicou em Angola há uns anos e na temporada passada, ao mesmo tempo que eu assumi a presidência do Botafogo (Cabanas) foi criado o Botafogo (Quizenga). Recentemente, o Nuno esteve aqui connosco e acabámos por nos juntar. Em relação ao Botafogo (Quizenga) já entrou em competição na temporada passada sagrando-se campeão da região, numa prova idêntica às nossas competições da INATEL. O Nuno está a ajudar-nos financeiramente mas para já não podemos adiantar mais nada sobre o que vai surgir daqui para a frente. Fica em segredo.

Que mais há para dizer nesta altura sobre o Botafogo?
Creio que não preciso adiantar muito mais. Resta-me agradecer às pessoas que todos os dias colaboram comigo, no funcionamento do clube. Aproveito também a oportunidade para desejar as melhoras ao nosso treinador da temporada passada Jorge Fernandez [relativamente ao acidente de viação que sofreu recentemente], uma pessoa que contou muito para mim durante a época e que acabou por sair devido ao facto de lhe ter sido feita uma oferta de um clube que apresenta actualmente melhores condições em termos de infra-estruturas que o Botafogo.

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here